Desenvolvedores Ethereum pretendem bloquear mineradores ASIC

0 Comentários

ethereum

O portal de notícias Coindesk relatou que os principais desenvolvedores da Ethereum estão discutindo uma nova atualização da base de código da plataforma. Essa nova atualização seria a implementação de um bloqueio as atividades mineração da criptomoeda com dispositivos ASIC.

Segundo a Coindesk, em uma reunião, foi lançada uma proposta de uma nova atualização chamada ProgPoW e caso seja aceita, a mineração de ETH continuará sendo efetuada exclusivamente em equipamentos mais tradicionais, como placas de vídeo, essa atualização tem o propósito de limitar a ação dos equipamentos de mineração ASIC.

Martin Holst Svend que é diretor de segurança da Ethereum, declarou ser a favor da atualização do código, para ele essa atualização ajudará na mudança do algoritmo.

“Hoje sabemos que o Ethhash tem vulnerabilidades e elas já são exploradas. É por isso que eu gostaria de atualizar o código o mais rápido possível – com essa atualização teremos mais tempo para mudar o algorítimo”, disse Svend.

Já o diretor de relações públicas da Fundação Ethereum Hudson Jameson, comentou que um acordo sobre essa questão está perto:

“Parece que chegamos a um acordo preliminar sobre a questão da implementação do ProgPoW, a menos que o processo de teste revele graves deficiências ou outras barreiras de natureza similar surgirem.”

O ProgPoW será lançado como parte de uma atualização independente do sistema, nos próximos dois ou quatro meses. De acordo com Afri Shoedon, gerente de lançamento da Parity Parity, o hard-fork Constantinople será ativado no bloco 7.080.000 “10 minutos depois das 12:00 UTC na quarta-feira, 16 de janeiro”.

Binance vai apoiar o próximo hardfork do Ethereum. Clique aqui para ler!

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.