Desenvolvedor do Bitcoin Cash nega ataque de 51%

0 Comentários

No último final de semana falamos aqui no Guia do Bitcoin sobre o fato do Bitcoin Cash ter sofrido um suposto ataque de 51%. O desenvolvedor chefe da criptomoeda falou abertamente sobre o tal ataque, defendendo que a ação foi completamente legítima.

No Podcast Coinspice, que foi ao ar dia 26 de maio, o desenvolvedor chefe do Bitcoin ABC, Amaury Séchet, o engenheiro de software Corentin Mercier e o host Hayden Otto discutiram sobre a recente situação do Bitcoin Cash.

O primeiro ponto que Séchet quis esclarecer é que o que aconteceu com a rede do Bitcoin Cash não pode ser chamado de um “Ataque de 51%”.

Esses ataques são quando um indivíduo ou grupo alavancam o poder de hash de uma rede para criar moedas, cancelar transações, realizar gasto duplo e outras atividades maliciosas dentro da rede.

Segundo os participantes do podcast, o que aconteceu na blockchain do Bitcoin Cash foi completamente o oposto do que configura um ataque de 51%. O poder computacional da rede foi alavancado por dois grupos (BTC.top e BTC.com), mas o objetivo era simplesmente parar um ataque.

Sendo assim, não foi um ataque e sim uma defesa da rede por dois grupos que controlam uma maioria de nós honestos dentro da blockchain.

Qual era o objetivo do ataque?

De acordo com o podcast, durante uma fork, a rede do Bitcoin Cash enviou moedas para diferentes endereços “não gastáveis”. Depois, em uma outra fork, esses endereços foram trocados para “gastáveis” para que mineradores pudessem pegar o valor.

Porém, um bug permitia que usuários não elegíveis para receber as moedas pudessem explorar a rede para roubar os valores. Ao identificar que um indivíduo mal-intencionado estava tentando roubar as moedas, as pools de mineração usaram 51% da rede para parar o ataque.

O desenvolvedor chefe e até mesmo a comunidade da criptomoeda argumentam que o ataque era muito mais do que apenas um roubo de moedas.

Segundo eles, a ideia era causar uma situação de FUD (Medo, Incerteza e Dúvida) para propositalmente derrubar o preço da moeda.

Durante o podcast foi discutido o fato de que foram colocados milhões de dólares em contratos de posição curta contra o preço do BCH, assim eles poderiam ter lucro durante uma suposta queda no preço da criptomoeda.

Porém, a rede conseguiu regularizar a situação rapidamente e o valor do token não tem movimentações significativas.

Você pode conferir o podcast completo (em inglês) no YouTube.

Veja também: App “Bitcoin Collector” é identificado como malware

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.