Depois de Ronaldinho, a lenda Drogba se envolve com criptomoedas também

0 Comentários

O marfinense Didier é a última celebridade a se juntar à longa lista de atletas que endossaram criptomoedas este ano.

De acordo com o canal de notícias russo RT, Drogba agora é o embaixador oficial da All.me, plataforma de redes sociais baseada em criptomoedas. Drogba explicou que ele acreditava no projeto “muito” e até usava uma camiseta com o logotipo do para mostrar seu apoio inabalável. Junto com outras celebridades, ele também começou a usar o All.me para compartilhar suas fotos.

Didier Drogba: O Pacificador

De 2002 a 2007, a Costa do Marfim estava envolvida em uma guerra civil por identidade nacional, desemprego e outras questões. Depois que ela se classificou para a Copa do Mundo de 2006, Drogba e seus colegas da Costa do Marfim aproveitaram a oportunidade para convencer a população que a guerra tinha que terminar. Dois anos depois, seu discurso deu frutos e um acordo de paz foi assinado pelo governo e pela oposição. Ele também foi escolhido como o Embaixador da Boa Vontade do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em 2007.

Leia também  Congressista americano revela que investe em criptomoedas

O atacante marfinense, que ganhou o título de “Futebolista Africano do Ano” duas vezes, também montou a Fundação Didier Drogba e doou 3 milhões de libras para construir um hospital em sua cidade natal. Todos os seus esforços para ajudar os necessitados fizeram dele um ídolo aos olhos do povo marfinense. O passado de Drogba prova que ele realmente apóia o trabalho que a All.me planeja fazer e receberá total apoio das pessoas em troca.

(RS)

, outro astro do futebol mundial, anunciou na semana passada que estava lançando um projeto de intitulada Ronaldinho Soccer Coin (RSC). A moeda pretende se tornar a “moeda comum do mundo do futebol” e oferecer uma plataforma para apostas, e-commerce e estádios digitais.

Leia também  Mt. Gox confirma venda de $230 milhões em Bitcoin