Dados de 130 milhões de chineses estão disponíveis na Dark Web por 8 Bitcoin

0 Comentários

A polícia de Xangai está investigando um dos maiores vazamentos de dados no continente que pode afetar cerca de 130 milhões de clientes da rede de hotéis Huazhu.

O Grupo Huazhu, que possui mais de 10 marcas de hotéis e administra mais de 3.800 hotéis em 382 cidades do continente, divulgou a violação de dados depois de encontrar um post em um fórum sobre a venda dos dados pessoais de seus clientes e informações sobre reservas.

De acordo com a mídia local, a informação vazada potencialmente inclui 240 milhões de linhas de dados contendo números de telefone, endereços de e-mail, contas bancárias e detalhes de reservas, e está disponível na internet por 8 bitcoins ou cerca de US$ 56.000.

“Aqueles que cometem atos ilegais, incluindo roubo e troca de dados pessoais de moradores, serão fortemente punidos”, disse a polícia de Xangai em um comunicado. “Estamos decididos em proteger o interesse das pessoas e garantir a segurança da informação.”

A dark web é uma pequena parte da deep web que não é indexada pelos mecanismos de busca da web, onde os sites vendem drogas, dinheiro falso e muito mais.

Os meios de comunicação informaram que os dados poderiam ter sido hackeados no início de agosto, quando os programadores da Huazhu enviaram informações ao GitHub, um serviço que permite aos engenheiros colaborar no desenvolvimento de códigos de software.

Em abril, o artista chinês Deng Yufeng comprou dados pessoais de 346 mil residentes de Wuhan no mercado negro e exibiu-os em uma galeria de arte, que foi prontamente fechada pelas autoridades.

Em maio, a Huazhu tornou-se acionista da AccorHotels, depois de assumir uma participação de 4,5% no maior grupo de hosteis da Europa.

O caso ocorrido com a rede de hotéis chineses se assemelha ao caso do último sábado, onde dados de 264 mil clientes da plataforma de trade e arbitragem de criptomoedas, Atlas Quantum, foi divulgado na internet.

Os dados foram disponibilizados na internet e não se sabe se algum valor foi pago aos hackers envolvidos. No inicio da lista uma mensagem deixada pelos invasores agradecia pelos os bitcoins. Não ficou claro se a frase era um tipo de sarcasmo ou se algum valor foi pago, em vão, para que os criminosos não divulgassem a lista.

 

 

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.