Cryptopia: Ataque hacker ou primeiro golpe de 2019?

3s Comentários

ataque hacker exchange bitcoin

O Twitter está fervendo com a notícia de que a exchange Cryptopia foi hackeada. Parte da comunidade está preocupada com o dinheiro que pode ter sido perdido, outros acham que o ataque hacker pode ser parte de um golpe, o primeiro de 2019.

Na segunda-feira, 14 de janeiro, a Cryptopia fechou durante 24 horas por causa de uma “manutenção não programada”. Hoje, a exchange anunciou que “sofreu uma violação de segurança que resultou em perdas significativas”. A Cryptopia não divulgou quanto foi roubado. A Polícia da Nova Zelândia e o departamento de Crimes tecnológicos do país estão investigando o caso, as negociações está suspensas na exchange.

Foi assim que a comunidade cripto no Twitter respondeu ao ataque hacker na Cryptopia:

Um usuário do Reddit examinou o explorador de blocos ETH e descobriu que cerca de US $ 2,4 milhões em ETH foram transferidos de uma carteira que pertence a exchange para uma outra carteira em 13 de janeiro. Tokens CENNZ e DAPS, totalizando US $ 1,3 milhão, foram transferidos para um endereço diferente.

O tamanho dessas transações, para uma exchange relativamente pequena, e tão perto do ataque hacker, levaram este outro usuário do Reddit e outros mais a acreditar que o chamado hack pode ter sido uma tentativa de “roubar” os usuários. Poderia a Cryptopia ter trabalhado em conjunto com as equipes DAPS e CENNZ, dois projetos relativamente insignificantes? A DAPS, em particular, pode ter alguma participação, já que representa quase 10% do valor total de mercado do token.

Muito no Twitter não estão descartando a teoria de fraude, mas muitos pediram cautela e que não fossem feitas conclusões precipitadas.

Queremos saber sua opinião. O que aconteceu na Cryptopia foi um ataque hacker ou um golpe? Deixe-nos saber nos comentários.

Escreva um comentário

3 Comentários

A exchange pediu muito para transferir alguns ativos. Não os transferi porque não sabia pra onde enviar. Pareceu mais seguro deixar lá. Poderia ter usado o paperwallet. Mas não estava pronta para usá-lo. Poderia perder pra sempre. Confiei e confio na Cryptopia ainda que saiba que sempre houve desaparecimento de ativos. P.e. tive 40000doges hackeados numa ordem de venda. 30dias+/- depois de 14jan houve uma permissão de acesso. Percebi que no dia seguinte tiraram 0.00001btc do meu saldo de 0.00006. Depois não consegui entrar mais. Penso que alguém lá de dentro está desviando os saldos. Alguém que não pode ser mandado embora. Pessoa chave que tem acesso irrestrito e conhece os meandros do negócio e suas senhas. A exchange depende dessa pessoa e ninguém pode fazer nada. O resto do pessoal está tentando resolver por vias legais. Como tem dívida com o banco de dados e a exchange encontra-se descapitalizada e precisaria de um sócio capitalizado. Não descarto a possibilidade que o desvio tenha sido feito por alguém do banco de dados. Porque o meu acesso a retiradas passava por outra senha e confirmação por e-mail. Então, é bem mais possível que o furto ocorreu pelo banco de dados que conhece tudo sobre a exchange: valores e senhas. Nesse caso o banco de dados está exigindo resgate para liberação de dados. Se não fica com tudo. É um erro grasso entregar informações sensíveis a 3os. Eu pessoalmente não delego nada a ninguém. A honestidade, hoje, é artigo muito raro e desvalorizado. Há uma tolerância exagerada com a corrupção. Se o proprietário for correto surgirá uma solução para o impasse e transferirá os valores para a nova exchange com uma equipe responsável.

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.