Uso de criptos em transações internacionais continua aumentando no mundo

0 Comentários

A Clovr, empresa de pesquisas focadas em criptoeconomia, publicou um artigo que revela uma significante alta no uso das criptomoedas em transações internacionais por todo o mundo. O estudo entrevistou 707 pessoas sobre os seus hábitos de transferências internacionais, buscando informações como o destino dessas transações, assim como o motivo e o tipo de ativo transferido.

Claro que precisamos considerar que 707 pessoas é um grupo de controle bem pequeno. Mas, considerando que o mercado de criptomoedas ainda está crescendo e se solidificando, é possível usar esses números para ter uma ideia do escopo geral do uso dos ativos digitais nessas ações.

O estudo usou como base as transferências feita dos EUA para outros 20 países. O México lidera a lista com maior número de transações. As transferências são, em sua grande maioria, feitas para membros da família, com um total de 78,6% do total. Outro fato interessante é que quase metade, 41,4%, das transferências são para alimentação.

Leia também  BitPay lança cartão de débito de Bitcoin em parceria com a VISA

Ou seja, é basicamente o perfil de pessoas que emigram para outros países para mandar parte dos ganhos para a família que ficou no país de origem. Mas o interessante é que as criptomoedas estão tendo cada vez mais representação na forma em como essas transferências são feitas.

Representação da criptoeconomia em transferências internacionais

Segundo o relatório, o PayPal e outras instituições de transferência (como a Wester Union) ainda dominam o mercado, com metade das pessoas optando pelos dois métodos. Logo depois ficam os bancos, com 25,7% da preferência. Em quarto lugar ficam as criptomoedas com 15,8%.

Pode até não ser um número tão surpreendente, considerando que depois dos ativos digitais, sobram meios como mandar dinheiro pelo correio, algo nada comum.

Leia também  Agora você pode comprar imóveis com bitcoins

Porém, a aceitação desses ativos continua aumentando conforme o interesse e conhecimento do público aumenta. Para esses casos, as criptomoedas possuem muitas vantagens por conta da baixa taxa de transferência e velocidade de transação (dependendo do ativo digital e da blockchain, claro).

É possível que esse número continue crescendo, já que os consumidores procuram cada vez menos taxas ou perder o valor com a conversão de valor em casas cambiais.

Veja também: Binance abre negociação de pares com a Ripple

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.