O mercado de criptomoedas e da blockchain pode chegar a US$ 10 trilhões em 15 anos, diz Analista do Royal Bank do Canadá

RBC-banco-canadá

Em um relatório publicado em 3 de janeiro de 2018, o analista de mercados de capitais da Royal Bank of Canada (RBC), Mitch Steves, declarou que o mercado de criptomoedas e a tecnologia do blockchainpoderia aumentar em treze vezes em 15 anos, atingindo US$ 10 trilhões.

O relatório de Steves, intitulado “Crypto Currency & Blockchain Technology: Um futuro descentralizado – Uma oportunidade potencial de trilhões de dólares”, foi enviado aos clientes da RBC. Um breve resumo foi compartilhado no Twitter.

Em um vídeo publicado pela CNBC, Steves, que muitas vezes cobre as ações de empresa de tecnologia, incluindo a Nvidia, cujo valor foi impulsionado pela mineração de criptografia, defende suas expectativas de alta na tecnologia blockchain e suas aplicações. De acordo com Steves, as moedas digitais representam apenas parte dos US$ 10 trilhões, a maior parte do mercado estará no ecossistema criado da tecnologia do blockchain e das criptomoedas.

Leia também  Mineradores de Bitcoin estão sinalizando para o Segwit2x cedo demais

“Eu acho que as pessoas não entendem a respeito do espaço das criptomoedas. Não se trata apenas de uma reserva de valor, elas também permitie aumentar a segurança da internet, diz Steves. As criptografia baseada na blockchain permite a criação de versões descentralizadas de serviços como o Dropbox e o ICloud. em blocos permitem a criação de versões descentralizadas de serviços de armazenamento de valor, como o Dropbox ou o iCloud.

Steves argumenta que a tecnologia blockchain permitirá criar “Secure World Computer”, um mundo descentralizado sem um intermediário de terceiros, intrinsecamente mais seguro porque não haverá servidores centralizados, e sugere que os próximos grandes aplicativos serão criados a partir dessa tecnologia.

O movimento mais inteligente para os investidores, de acordo com Steves, é se envolver diretamente com criptomoedas. No que diz respeito às ações tradicionais, Steves menciona empresas como a AMS e a Nvidia, cujos chips utilizam em seu hardware o poder da mineração das criptomoedas e as empresas privadas que fabricam chips ASIC para mineração de bitcoin. Ao mesmo tempo, Steves adverte que os provedores de serviços em nuvem provavelmente serão os mais afetados pela tecnologia blockchain, com resultados negativos se eles não conseguirem se adaptar.

Leia também  Saiba o que é a Lightning Network e como ela resolverá o problema de escalabilidade do Bitcoin

De acordo com Steves, o valor do mercado de tecnologia blockchain também está crescendo devido às remessas internacionais – o envio de pagamentos no exterior atualmente é estimado em meio trilhão de dólares por ano. Ao mesmo tempo adverte o mercado das criptomoedas tem muitos riscos, porém se trata de uma oportunidade enorme e um mercado de vários trilhões de dólares provavelmente surgirá.

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Goldman Sachs acredita que Bitcoin pode valer $25.000 se capturar 5% do mercado de ouro

O criador de Bitcoin transformou o seu dinheiro em um commodity digital depois da mais antiga loja de valor para as moedas, o ouro. O debate sobre se o bitcoin ultrapassará o…

0 Comentários

Weiss Ratings publica lista completa com o ranking de 93 criptomoedas

A agência de classificação independente americana Weiss Ratings publicou sua lista completa de 93 classificações de criptomoedas. A empresa atualizou sua classificação BTC para B-. A lista mostra 14 moedas…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link