Criptomoeda do Facebook oferecerá taxas mais baixas que dos cartões de crédito

2s Comentários

No início do mês de abril, surgiram rumores que o Facebook está em busca de criar sua própria criptomoeda, recentemente o Wall Street Journal confirmou os rumores e publicou que a empresa de Zuckerberg está tentando arrecadar US$ 1 bilhão em investimentos para “apoiar o valor da moeda e protegê-la contra a volatilidade”.

Aparentemente, um dos principais pontos positivos da Facebook coin, serão as taxas mais baixas do que as oferecidas pela maioria dos provedores de processamento de cartões de crédito.

Ontem, a revista Wired publicou um artigo comparando o Facebook Coin aos pontos de fidelidade, explicando como pode ser o funcionamento da criptomoeda.

Com Zuckerberg tendo dito recentemente que em sua visão, deveria ser tão simples e fácil enviar pagamentos como é hoje em dia enviar uma foto, parece que o Facebook pode estar montando as bases para um “produto forte”, sustentado pela blockchain e criptomoedas. Os primeiros passos nessa direção já estão sendo dados na Índia, onde o WhatsApp Pay está atualmente em funcionamento, em um país onde até 80% dos comerciantes usam o WhatsApp para comercializar seus produtos.

Curiosamente, o portal de notícias Wired apontou para a possibilidade de o Facebook estar se inspirando no mais recente navegador da Brave, que paga aos usuários pelo tempo gasto assistindo as propagandas com o token BAT.

Leia mais: Nova alta do Bitcoin fará preço bater os US$ 330.000

Escreva um comentário

2 Comentários

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.