Criador do BitTorrent lançará criptmoeda ecologicamente correta

Uma transação de bitcoin desperdiça tanta eletricidade quanto uma casa gastaria em uma semana e Bram Cohen, criador do conhecido  protocolo BitTorrent, quer consertar isso. E considerando que ele inventou o conceito de download via torrent, deveríamos levá-lo a sério.

Chia Network é a mais nova empresa de Bram Cohen, que através dela lançará uma criptomoeda baseada em provas de tempo e armazenamento em vez de provas de trabalho que usa muita eletricidade. Essencialmente, a Chia aproveitará espaço de armazenamento barato e abundante em unidades de HD para manter sua blockchain.

“A ideia é fazer um bitcoin melhorado e corrigir os problemas de centralização”, diz Cohen. Os dois principais problemas que ele vê no bitcoin está no impacto ambiental e na instabilidade que decorre dos poucos mineradores que tem acesso mais barato à eletricidade.

O Bitcoin usa provas de trabalho como forma de recompensar os mineradores que processam os dados da blockchain. O problema é que ao longo do tempo, é dada uma enorme vantagem na coleta desses incentivos à mineradores que operam com energia elétrica de baixo custo. Desta forma eles conseguem estabelecer grandes operações que centralizam a rede em um único lugar e com essa energia barata fica também mais fácil resfriar todo o maquinário.

Leia também  Stefan Thomas: 4 previsões para 2018 feitas pelo CTO da Ripple

Chia, no entando, usa as provas de espaço no armazenamento de arquivos, que as pessoas muitas vezes já têm e podem usar sem custo adicional. Ele combina isso com as provas de tempo que impede uma grande variedade de ataques aos quais as provas de espaço são sujeitas.

“Eu não sou a primeira pessoa a apresentar essa ideia”, diz Cohen, mas na verdade, a implementação requer um conhecimento avançado de Ciências da Computação a qual ele é especialista.

Cohen é um programador brilhante, mas irá demorar mais do que isso para convencer as pessoas a trocar Bitcoin por Chia. Ele diz que o plano para sua criptomoeda é “criar algo inteligente sobre seu status legal e fazer um monte de correções técnicas que você pode fazer ao iniciar uma moeda digital do zero”. Ele se associou ao COO da antiga exchange Tradehill, Ryan Singer, e juntos levantaram uma rodada de arrecadação. Cohen não informou quanto foi arrecadado, mas declarou com um sorriso no rosto: “Não tenho certeza se queremos anunciar agora, mas foi uma rodada muito quente”. O objetivo é fazer algumas vendas iniciais da Chia no segundo trimestre de 2018, com um lançamento completo de sua criptomoeda até o final de 2018, mas ainda não tem nada confirmado.

Leia também  Por que investir em criptomoedas?

Ainda é cedo para dizer se a ideia vai dar certo ou não, mas pelo menos alguém está tentando abordar o impacto ecológico das criptomoedas em vez de simplesmente reclamar sobre isso. Cohen parece animado. “É tecnicamente ambicioso e há muito trabalho para ser feito. Já arrecadamos bastante dinheiro e mão de obra. Agora, vamos para o trabalho real”.

O que você acha da ideia da Chia, acredita que ela tem potencial para suceder o lugar do Bitcoin? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

_______________________________________________________________________________
Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: https://techcrunch.com/2017/11/08/chia-n…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

loading...

Bono Vox, líder da banda U2 agora investe diretamente no setor Fintech

A startup de investimento de Bono, a The Rise Fund, está mergulhando no setor Fintech, com seu primeiro investimento no segmento para um consultor de robôs. O Rise Fund, do…

0 Comentários

Opinião: O bitcoin desespera apenas corruptos e incompetentes

Em um prazo de tempo bastante curto, China e Rússia se manifestaram, ainda que temporariamente, contra as exchanges de criptomoedas que operam em seus países. Curiosamente, tais manifestações se deram…

2s Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link