Como comprar IOTA no Brasil

Comprar e investir em IOTA no Brasil significa que você, assim como muitos, pretende utilizar uma das mais novas tecnologias de criptomoedas disponíveis. Diferente das demais, o IOTA não se baseia em blockchains, mas uma nova tecnologia chamada Tangle, que é mais leve e muito mais veloz, permitindo que não haja taxas de corretagem e, por consequência, a realização de micro transações, ou transações de valor muito baixo. O IOTA é voltado para IoT ou Internet of Things (Internet das Coisas). Neste artigo vamos explicar com mais detalhes o que é, como funciona e quais as vantagens e desvantagens dessa criptomoeda.

Corretora Bonus Depósito Mínimo Cripto Disponíveis Abrir uma Conta
$100 Min Depósito $100 Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Ripple, Dash Comprar IOTA

O que é IOTA?

Você já ouviu falar em criptomoedas? Elas são um fenômeno global que vem chamando a atenção principalmente de investidores e pessoas ligadas a tecnologia. As criptomoedas são entradas em bancos de dados consensuais descentralizados. São chamadas Criptomoedas porque o processo de manutenção de consenso é garantido por uma criptografia rigorosa. Essas moedas não são protegidas por pessoas ou por entidades, como acontece no mercado tradicional, mas sim por funções e cálculos matemáticos. São consideradas muito seguras. A IOTA é uma criptomoeda baseada na tecnologia Tangle, que permite a realização de transações muito rapidamente e é particularmente boa para a aplicação em dispositivos relacionados à Internet das Coisas.

Leia também  Vitalik quer combinar privacidade absoluta da Zcash com contratos inteligentes da Ethereum, dando origem ao "Zec on Eth"

Em termos de tecnologia, uma das grandes diferenças entre a Tangle e o blockchain utilizado pela Bitcoin está no fato de não haver diferenciação entre os nodes, todos possuem o mesmo poder na rede. Além disso, como o PoW – Proof of Work está na própria transação realizada, o IOTA possui maior escalabilidade, estabilidade e velocidade. De fato, ao contrário do blockchain, quanto maior a rede fica, mais eficiente ela se torna.

O problema com as moedas que usam blockchain é que quanto mais transações são realizadas, maiores os pacotes de dados que são armazenados nos mineradores, aumentando os custos de processamento e, consequentemente, o tempo necessário para a realização de uma transação e seu custo.

Isso sacrifica a possibilidade de realização de micro transações (aquelas de valor mais baixo) e mais lenta fica a rede. O Bitcoin é um exemplo claro: por conta do seu alto volume de transações, valores menores que 0,01 btc normalmente não são aceitos pelos mineradores e, quando aceitos, entram em uma grande fila para processamento.

Leia também  Altcoin "World Gold Coin" é incluida para negociações na exchange C-CEX

Com o blockchain cada vez maior, a carteira ocupa um espaço muito grande no computador, obrigando os usuários comuns a usarem, principalmente, light nodes. Isso diminui a segurança de toda a rede já que, para ser segura, uma rede Peer-to-Peer precisa de mais nodes completos (full nodes), ao invés de light nodes.

Em termos práticos, que é o que interessa para investidores e usuários da moeda, isso representa transações mais seguras, realizadas muito rapidamente, em uma rede que pode crescer infinitamente e sem tarifas. A ausência de taxas também contribui para viabilizar micro transações, ou transações de valor muito baixo, necessárias quando se pensa em Internet das Coisas. Um exemplo claro desse tipo de transação seria um automóvel com uma carteira de IOTAs instalado no seu software. Ao estacionar o carro, o sistema do estacionamento poderia cobrar por minuto de permanência automaticamente, debitando essa carteira. Não seria preciso pagar por hora, como na maior parte dos casos atuais. As aplicações são muitas.

Leia também  Queda forte nas principais criptomoedas

Porque investir em IOTA

Por conta de suas características revolucionárias, as criptomoedas fizeram mais sucesso do que se poderia sonhar. Elas são ouro no formato digital. São um ativo seguro contra influências políticas, que promete preservar e aumentar seu valor ao longo do tempo. Também são consideradas meios de pagamento rápidos e confortáveis, com alcance global e privacidade suficiente, inclusive, para servir a atividades econômicas.


Cotações de Mercado por TradingView

A alta volatilidade e valorização das criptomoedas deu origem a um mercado incrivelmente dinâmico para investidores e especuladores. É comum que uma moeda ganhe 10% ao dia —às vezes 100% — para perder o mesmo valor no dia seguinte. Se você tiver sorte, poderá ver seu patrimônio crescer até 1.000% em apenas uma ou duas semanas. Por tudo isso, o volume de transações diárias com criptomoedas já excede o das principais bolsas de valores europeias. No entanto, é preciso entender os riscos que vêm com esse trading. Como em qualquer outro tipo de investimento, seu capital corre risco. Para quem é iniciante, o ideal é primeiro praticar com moedas fictícias e depois com quantidades bem pequenas de criptomoedas reais. Quando começar a perceber os sinais do mercado e entender as diversas estratégias de trading, aí sim poderá arriscar um pouco mais.

 

O IOTA vem sendo observado e suportado por grandes empresas, como Cisco, Microsoft e Samsung, por seu caráter distribuído e possibilidade de crescimento infinito. A rede Tangle representa uma estrutura melhorada da badalada blockchain e tem maior estabilidade e escalabilidade. Por sua natureza de igualdade entre os nodes, não há como ter “nodes mais importantes que outros” e isso por si só já garante a ausência da cobrança de taxas. Além disso, a estrutura modular é muito mais leve, permitindo o uso da moeda em dispositivos como carros, geladeiras, telefones móveis etc., abrindo um universo de possibilidades no que já está sendo chamado de mercado M2M, Machine to Machine. Ou seja, estamos falando da moeda ideal para ser utilizada em transações entre dispositivos conectados, ou IoT – Internet of Things. Tudo isso nos leva a concluir que a possibilidade de crescimento de valor da moeda para os próximos anos é muito grande e, considerando que hoje 1 IOTA está cotado em R$ 13,00 aproximadamente, com um pequeno valor você pode realizar um investimento, baixando o risco.

Como funciona o IOTA

 

Como toda moeda digital, você deve antes de mais nada possuir uma carteira virtual. Uma carteira virtual é um sistema que pode ser online ou offline, que controla seu saldo em IOTAS ou qualquer outra criptomoeda, permitindo receber e transferir dinheiro para outras carteiras. Após realizar o download da carteira offline para o seu computador Windows, Mac ou Linux, você precisa guardar a chave de acesso. Realizada a instalação, na primeira vez que você abre o programa é solicitado que você crie uma Seed, ou semente. Uma semente é uma chave que será utilizada para criptografar suas transações. Para a carteira IOTA, essa semente deve ter 81 caracteres e só podem ser utilizadas letras maiúsculas e o número 9. Ela deve ser única, ou seja, ninguém mais no mundo deve ter uma chave igual à sua.

 

Você deve guardar muito bem a sua chave, pois sem ela você não tem acesso à sua carteira e às suas IOTAs. Também não é bom deixá-la em um arquivo muito simples de ser encontrado no seu computador, pois no caso de uma invasão por vírus ela pode ser roubada e as consequências seriam muito ruins. Portanto, armazene sua chave em um arquivo também criptografado com uma palavra-chave forte. Com sua carteira criada e acesso definido, podemos agora falar de como transacionar IOTAs.

Uma IOTA possui um valor muito baixo e isso é proposital. A intenção dos seus criadores é que a moeda permita a realização de micro transações, ou transações de valor extremamente baixo. Por isso, é muito comum o uso de múltiplos nas transações. A própria cotação mais comum divulgada é, na verdade, o valor de 1 milhão de IOTAs. Toda transação de criptomoeda passa por um processo de POW, ou Proof of Work, que é a validação de sua legitimidade. No IOTA esse processo é descentralizado e tudo acontece em questão de minutos. Também por isso não há taxas a serem pagas durante as transações. Ou seja, se você transferir 500 mil IOTAs da sua carteira para outra realizando um pagamento, esse processo acontecerá em poucos minutos e não terá qualquer taxa.

Onde comprar IOTA

IOTA é uma criptomoeda recente, baseada em uma tecnologia que é considerada uma evolução da blockchain. Como qualquer moeda, ou criptomoeda, você pode adquirir IOTAs em diversas corretoras da Internet. Nessas empresas você abre uma conta e realiza um depósito inicial que pode ser em qualquer moeda ou criptomoeda. A partir daí, você está pronto para transacionar, realizando compra de IOTAs e pagando com seu saldo. É importante destacar que, como transferir dinheiro entre carteiras de IOTA não possui custo, a cada transação você pode (ou deve) transferir seu saldo da carteira virtual que está na corretora para a sua particular, onde, sem dúvida, elas estarão mais seguras.

 

Corretora Bonus Depósito Mínimo Cripto Disponíveis Abrir uma Conta
$100 Min Depósito $100 Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Ripple, Dash Comprar IOTA

Como Comprar IOTA no Brasil

Além da Avatrade, existem também algumas plataformas e corretoras onde pode-se comprar e vender bitcoin. Todas as corretoras que mencionamos aqui foram testadas e escolhidas a dedo pelo Guia do Bitcoin. O importante na hora de comprar é sempre consultar o preço da cotação atual de mercado. Você pode conferir o valor atual nesse widget do TradingView abaixo:

Nesta parte do post nós vamos cobrir outra modalidade comprar IOTA Online no Brasil:
Corretoras, Exchanges e Mercados: Sites como o Coinmama facilitam todo esse processo. Basta ter um Cartão de crédito ou débito, ou até mesmo transferência bancária e você pode comprar bitcoin que necessita sem se preocupar com nada.
Confira as exchanges que o Guia do Bitcoin recomenda:

Coinmama:                 

É um dos sites que vem ganhando mais espaço nesse nicho de vendas das criptomoedas. Nele, você pode comprar com cartão de crédito, de débito ou com transferência bancária. Ela não é uma  Brasileira, mas tem milhões de usuários por todo o mundo. Você precisa primeiro comprar Bitcoins para poder negociar, trocar ou Comprar qualquer outra criptomoeda.

Nela você pode fazer compras, e quando você usa cartão de crédito ou débito, a compra é processada na hora e a taxa é so de 5% do valor. O valor altera devido a volatilidade no mercado. Muitas plataformas ficam com a transação pendente, o que não acontece com a Coinmama.

 

Bitfinex:             

É um dos sites que vem ganhando mais espaço nesse nicho de vendas das criptomoedas. Nele, você pode comprar com cartão de crédito, de débito, com bitcoins, ou com transferência bancária. Ela não é uma exchange Brasileira, mas tem milhões de usuários por todo o mundo.

Nela você pode fazer compras, e quando você usa cartão de crédito ou débito. O valor altera devido a volatilidade no mercado. Muitas plataformas ficam com a transação pendente, o que não acontece com a Bitfinex.

  • Você precisa criar uma conta com a Bitfinex.

  • Fazer o upload dos documentos necessários para verificar sua conta.
  • Selecionar o método de pagamento, e o cartão que você quer usar (Visa de crédito ou Mastercard de débito), transferência bancária, ou bitcoin. Para comprar IOTA, geralmente tem uma taxa administrativa com um valor mínimo. Nós recomendamos se você for comprar IOTA, de comprar pelo menos uns R$300

  • Depois de criar a conta, selecione a criptomoeda que você quer.

  • Entre o valor de IOTA que você quer comprar.

  • Continue até a página do pagamento e clique em enviar para autorizar a compra.
  • Depois de comprar, se quiser fazer o resgate, faça para sua Carteira de IOTA.

A IOTA é projetada para grandes volumes de dados e para suportar ataques, inclusive, de computadores baseados em computação quântica. Além disso, seus idealizadores focaram um mercado que está nascendo por conta da IoT, o M2M, Machine to Machine, onde equipamentos falam entre si e realizarão a transação sem intervenção humana. Por seu caráter inovador, o IOTA é hoje visto como uma grande promessa para os próximos anos, com grandes possibilidades de retorno conforme a demanda por transações automáticas suba. Já há uma aplicação em curso com grande potencial de crescimento, um marketplace de dados. Trata-se de um local em que empresas que possuam fontes de dados podem comercializá-los diretamente. Estamos falando, por exemplo, de dados de sensores climáticos que ficam transmitindo suas informações continuamente. No marketplace é possível selecioná-lo e comprar os dados criados pagando em IOTAs. A aquisição dos dados, a entrega e o pagamento é toda realizada pelos equipamentos envolvidos. Isso demonstra a enorme capacidade da moeda e seus usos, tornando-a uma aplicação muito interessante para os próximos anos.

Previous:

Como comprar Dash no Brasil
Postado em dezembro 18, 2017

Next:

Deutsche Bank: "Sr. Watanabe" está por trás da alta recente do bitcoin
Postado em dezembro 18, 2017

Startup utiliza tecnologia Ethereum como pagamento em estações para carregar carros elétricos

Innogy SE, subsidiária do conglomerado energético alemão RWE, anunciou que lançou centenas de estações de carregamento para carros elétricos em toda a Alemanha, através de sua joint venture Share &…

0 Comentários

Bitcoin, Bitcoin Cash, e agora Bitcoin Gold? Mais Hard Fork a caminho

Poderia haver até quatro criptomoedas com o nome do Bitcoin se um pequeno grupo de mineradores e desenvolvedores realizarem um fork planejado da Blockchain este mês. Denominado como uma “rebelião”,…

7s Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link