Coinmama é hackeada e 450 mil usuários são afetados

0 Comentários

O time por trás da exchange Coinmama notificou os seus usuários de uma quebra de segurança na plataforma que pode ter comprometido dados pessoais dos clientes. As informações foram encontradas em um registro da dark web, de acordo com o site ZDNet.

Entre os dados roubados estão cerca de 450 mil e-mails e senhas com hash de usuários que se registraram até o dia 5 de agosto de 2017. A Coinmama não foi a única vítima do ataque. O roubo de dados foi parte de um problema maior de segurança que afetou 24 empresas e um total de 747 milhões de contas de usuários.

A Coinmama também explicou eles estão investigando o caso e acreditam que não há evidência de que os dados estão sendo usados ativamente pelos hackers. Segundo a Exchange, não há motivos para acreditar que outras das suas áreas foram afetadas. E por fim ela também enfatizou que a corretora não mantém nenhum dado sobre cartões de crédito e débito, e nenhuma criptomoeda foi roubada.

A corretora criou um time de resposta específico para o incidente para identificar a natureza e o tamanho da quebra de segurança. Além de uma equipe interna, a Coinmama buscou consultoria de grandes empresas de segurança cibernética.

Agora, a exchange está em processo de notificar todos os seus clientes, monitorar todos os sistemas criar melhorias de segurança e monitorar atividades suspeitas ou indicadores de que os dados estão sendo usados de forma ilícita.

A empresa também pediu para que todos os usuários registrados antes de agosto de 2017 mudem suas senhas imediatamente para garantir a segurança dos valores mantidos na exchange.

Veja também: Microsoft Store remove aplicativos que roubam criptos

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.