Coinbase anuncia cartão de débito para os EUA

0 Comentários

A maior exchange de criptomoedas do mercado norte-americano, a Coinbase, continua expandido seus serviços e soluções. O mais recente desenvolvimento oficializado foi a expansão de seus serviços para mais 50 países, incluindo o Brasil. Porém, durante um AMA (Ask Me Anything ou Me pergunte qualquer coisa, em tradução livre) no dia 16, quinta-feira, o CEO da Coinbase, Brian Armstrong disse que a companhia está trabalhando para introduzir seu cartão de débito no mercado dos EUA.

A sessão de AMA aconteceu no YouTube e enquanto o CEO confirmou que está planejando um cartão de crédito para usuário dos EUA, ele não falou nada sobre previsão de lançamento.

No mês passado, a Coinbase Lançou o Coinbase Card, um cartão de débito Visa, que, de acordo com a exchange, permite que seus usuários façam compras online e em lojas usando seus saldos de criptomoedas.

Porém, o serviço está disponível apenas no Reino Unido, assim como o aplicativo de controle de gastos Coinbase Card App. Porém, de acordo com o anúncio a ida para os EUA pode estar próxima e, quem sabe, podemos esperar uma vinda para o Brasil no futuro?

Coinbase e Margin trading?

Armstrong também falou sobre a inclusão de margin trading na Coinbase Pro, dizendo que essa é um dos recursos mais pedidos pelos usuários da plataforma.

Ele disse que se a Coinbase for adicionar margin trading, haverá uma série de preocupações regulatórios para resolver.

“Esse é um daqueles produtos que você tem que inovar, não apenas na tecnologia, mas também na parte regulatória”, disse Armstrong.

Alguns países, como o Japão por exemplo, introduziram fortes regras e leis em relação a margin trading para criptomoedas, acrescentando restrições como capacidade máxima de alavancagem e que as exchanges que dão suporte ao recurso sejam registradas com os órgãos financeiros reguladores.

Veja também: Novos rumores sobre a possível aprovação da ETF do Bitcoin

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.