Código da criptomoeda Monero está cheio de vulnerabilidades

1 Comente

Várias vulnerabilidades foram encontradas na criptomoeda Monero. O site TheNextWeb relatou que uma dessas vulnerabilidades, permitiu que invasores conseguissem alterar o valor enviado para as exchanges, excedendo consideravelmente o valor depositado.

“Os funcionários da Exchange viram um montante exagerado de XMR em sua carteira e isso de certa forma facilitou as investigações até descobrir as transações duvidosas” , destacou o portal thenextweb.

Todas as criptomoedas que usam a base de código da monero, estão sendo afetadas por esse bug. Sendo assim, os hackers também conseguiram realizar saques da criptomoeda ARQ, um hardfork da Monero, na exchange Altex.

Um outro bug é relacionado a ataques DoS, que possibilita uma sobrecarga na blockchain Monero e a vulnerabilidade dos nós. No momento da postagem, todas as vulnerabilidades já foram resolvidas pela equipe de desenvolvimento da Monero.

Em maio, alguns usuários utilizaram as redes sociais para divulgar problemas com as transações e sincronização dos nós na blockchain Monero. Os desenvolvedores da criptomoeda não confirmaram o realmente era um ataque a rede.

Escreva um comentário

1 Comentário

Esses erros já foram todos corrigidos faz tempo, por favor não espalhem notícias falsas. ARQ é uma shitcoin gigantesca e deve ser ignorada.

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.