Imprensa de criptomoedas em risco? CCN anuncia fim do seu portal de notícias

0 Comentários

Começamos a semana com uma triste notícia para a imprensa internacional de criptomoedas. O Site CCN, um dos maiores do mundo no setor e um dos mais antigos, foi obrigado a fechar as portas depois de ter uma queda brusca em sua receita e no tráfego orgânico através de pesquisas.

A plataforma, que vem compartilhando notícias de criptomoedas desde 2013, anunciou o fechamento do site através do seu portal hoje, dia 10.

Na postagem eles explicam como uma atualização do Google realizada no dia 3 de junho fez com que eles perdessem uma quantidade significativa de tráfego.

Isso, por sua vez, fez com que a publicidade e outras receitas obtidas pela publicação diminuíssem em mais de 90%. A queda foi demais para o site (como seria para qualquer outro), que já havia estado em níveis semelhantes, mas que nos últimos anos recrutou uma equipe maior e, portanto, não conseguiu mais acompanhar seus gastos.

A atualização aparentemente afetou um número significativo de diferentes organizações de notícias relacionadas a criptomoedas. Outros sites também experimentaram quedas sérias de visualização na faixa de 20-40%. Mas nenhuma delas foi tão alta quanto a queda no CCN. Embora as publicações sobre criptomoedas não tenham sido as únicas a serem atingidas, parece que elas foram as maiores vítimas das novas atualizações, que supostamente seriam pequenas.

No artigo final do site, eles terminaram com uma “chamada para ação” para combater o que eles chamam de “googlémocracy”, onde o Google quer decidir como a internet funciona. Eles também agradeceram aos leitores pelo apoio à publicação ao longo dos seus 6 anos de história.

Um ataque aos sites de criptomoedas?

Como foi notado pelo autor do site CCN, o site não foi o único que sofreu com a queda no volume do tráfego a partir das pesquisas do Google. Sendo assim, pode ser que as novas atualizações do Google tenham como objetivo uma “leve censura” de sites de notícias focados em criptomoedas.

O Site Ethereum World News fez observações interessantes sobre este problema. O editor da EWN comentou uma série de mudanças no espaço da mídia relacionado ao criptomercado. Em primeiro lugar, como sugere o fundador da CCN, todos os sites foram impactados de alguma forma – alguns mais do que outros.

O algoritmo do Google para notícias que possuem conotação de criptomoedas começou especificamente a preferir os principais veículos tradicionais de mídia que cobrem o setor, como Bloomberg, Kitco, Forbes e FxStreet.

Os dias em que o CCN, o CoinTelegraph, o NewsBTC, o CryptoSlate, Ethereum World News e muitos outros dominavam as pesquisas podem estar no fim. Eles foram substituídos pelos veículos de notícias financeiros tradicionais acima mencionados.

O novo algoritmo do Google pode prejudicar também os sites nacionais de notícias. Por enquanto, portais como o Portal do Bitcoin, CriptoFácil, Webitcoin e o próprio Guia do Bitcoin surgem nos principais resultados das pesquisas. Mas pode ser que logo seremos passados por veículos mais tradicionais e menos especializados.

Veja também: Relatório diz que Bitstamp manipulou mercado do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.