Câmara discute extinção do dinheiro em espécie

5s Comentários

Projeto de lei será tema de audiência pública nesta terça-feira

O projeto de Lei 48/2015, que pretende acabar com a produção, circulação e uso do dinheiro em espécie e determina que as transações financeiras se realizem apenas por meio do sistema digital, que será tema de audiência pública nesta terça-feira, dia 11 de julho. O debate será às 14h30, que será promovido pela Comissão de Defesa do Consumidor.

Além de prever uso de meios de pagamentos como cartões e carteiras eletrônicas, moedas virtuais, tal como o Bitcoin, estão em discussão.

Segundo o relator da proposta, o deputado José Carlos Araújo (PR-BA), a discussão é necessária devido a “relevância do projeto”; o aumento exponencial das moedas virtuais, direito do consumidor e tributação.

Foram convidados para participarem da discussão o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; o Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, o Presidente do Bacen, Ilan Goldfajn, o Presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras(CNF), Sérgio Agapito Lires Rial, e o Presidente da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Murilo Portugal Filho; nota-se a ausência de pessoas especialistas no assunto, das moedas virtuais, como Fernando Ulrich, Narcélio Filho e CEOs das principais Exchange(Corretoras de moedas virtuais), para discutirem a relação do Direito do Consumidor e tributação.

Leia também  Como pagar suas contas utilizando Bitcoins

Aviso de risco: Investir em moedas digitais, ações, títulos e outros valores, mercadorias, divisas e outros produtos de investimento derivado (por exemplo, contratos por diferença, “CFD”) é especulativo e representa um nível elevado de risco. Cada investimento é único e envolve riscos únicos.

Os CFD e outros derivados são instrumentos complexos e têm um risco elevado de perda rápida de dinheiro devido a alavancagem. Deverá ponderar se compreende como o investimento funciona e se consegue suportar o risco elevado de perda do seu dinheiro.

As criptomoedas podem ter preços flutuantes e, por isso, não são adequados a todos os investidores. A negociação de criptomoedas não é supervisionada por qualquer enquadramento regulador da UE. O desempenho anterior não garante os resultados futuros. Qualquer histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. O seu capital está em risco.

Quando negoceia em ações, o seu capital está em risco.

O desempenho anterior não é um indicativo fiável de resultados futuros. O histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. Os preços podem tanto subir como descer, os preços podem flutuar bastante, pode estar exposto a flutuações de taxa de câmbio e pode perder todo ou mais capital do que o que investiu. O investimento não é adequado para todos, certifique-se de que compreendeu totalmente os riscos e legalidades envolvidas. Se não tiver a certeza, procure aconselhamento financeiro, legal, fiscal e/ou contabilístico. Este website não oferece aconselhamento financeiro, legal, fiscal ou contabilístico. Alguns links são links afiliados. Para mais informação, leia o nosso aviso e declaração de risco completo.