Bolsa de valores da Alemanha vai negociar criptomoedas

1 Comente

moeda de bitcoin com bandeira da alemanha ao fundo

A segunda maior bolsa de valores da Alemanha, a Börse Stuttgart, anunciou uma parceria com a gigante editorial européia Axel Springer e sua subsidiária Finanzen.net. Juntas, as empresas lançarão uma plataforma de negociação de ativos digitais, como criptomoedas.

O novo empreendimento visa combinar serviços de informação de investimento com um espaço de negociação acionado por blockchain. De acordo com o comunicado divulgado por ambas as partes, a Börse Stuttgart será a acionista majoritária com 70%, enquanto a Axel Springer e sua subsidiária deterão 30%.

O comunicado informa que a nova plataforma de negociação, que ainda não foi lançada publicamente, está marcada para um lançamento de verão na Alemanha, as empresas estão interessados ​​em alcançar os investidores institucionais também. Enquanto isso, o empreendimento aguarda aprovação das autoridades.

Presidente do Conselho de Administração da Börse Stuttgart, Alexander Höptner declarou: “O objetivo do Grupo Börse Stuttgart é colocar os investidores privados e suas necessidades consistentemente no centro.”

No início deste mês, a Bolsa de Valores de Londres começou a negociar a “maior ETF do mundo” baseado em blockchain. Os investimentos vão desde a fabricação de semicondutores de Taiwan a empresas conhecidas como Apple, Intel e AMD. Inicialmente, o ETF pretende investir em 48 empresas diferentes.

Leia mais: O curioso caso dos contratos futuros Bitcoin e da CBOE

Escreva um comentário

1 Comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.