Blockchain: os resultados do teste de rastreamento de alimentos do Walmart, são “muito encorajadores”

0 Comentários

O gigante global de varejo recebeu uma apresentação sobre seu trabalho com blockchain durante um evento anual de investidores na semana passada.

A empresa começou a trabalhar com a e a Universidade Tsinghua de no ano passado para testar aplicativos de cadeia de suprimentos baseados na blockchain, com foco especial no mercado massivo de porco da China. Em declarações o Walmart indicou que queria aplicar a tecnologia  em várias áreas – e, mais recentemente, o Walmart está buscando na blockchain uma solução de rastreamento para veículos de entrega não tripulados.

Contudo, os resultados iniciais, sem dúvida, indicam resultados positivos para o uso da blockchain no Walmart e, de acordo com a empresa, seus testes focados em alimentos produziram resultados “muito encorajadores”.

E este é apenas o começo, de acordo com o Walmart, que disse sobre a apresentação:

“Este é apenas o início da nossa exploração da blockchain. Planejamos continuar a testar a tecnologia, incluindo mais atributos de dados, por exemplo. E continuaremos buscando como podemos usá-la para melhorar a rastreabilidade e a transparência dos alimentos através da colaboração com os fornecedores em toda a cadeia de suprimentos, agricultores, fornecedores e outros varejistas “.

O Walmart explicou que a tecnologia ajudou a reduzir o tempo necessário para rastrear alimentos, de dias para minutos, permitindo uma resposta mais efetiva no caso de os produtos contaminados serem descobertos.

Leia também  Stratis lança a versão Alpha da Breeze Wallet, com foco na privacidade

“Com informações precisas e rápidas afim de preservar a confiança dos consumidores na indústria de alimentos, ao mesmo tempo em que aumenta a rastreabilidade e a transparência do sistema alimentar”, afirmou a empresa.

Fonte: Coindesk.com

Guia do