Bitwise realizou registro para tentar uma nova ETF do Bitcoin

0 Comentários

A startup de criptomoedas Bitwise Asset Management, recentemente revelou que realizou o registro inicial para uma Form S-1 com a SEC (Securities and Exchange Commission ou Comissão de Valores Mobiliários) para lançar fundos negociados em bolsa (ETF) física para o Bitcoin. As ETF são importantes para a moeda, já que muitos acreditam que a aprovação de uma pode alavancar o preço do BTC.

O projeto, anunciado através de um release de imprensa, informa que a ETF de Bitcoin do Bitwise vai seguir o Bitwise Bitcoin Total Return Index, que por usa vez segue a performance da criptomoeda, além de “hard forks importantes”.

Se o SEC aprovar o ETF (o que sabemos que é algo bem difícil) ele vai ser vendido na NYSE Arca, que foca no trading de ações opcionais ao invés de apenas ações de large-cap, como as que são vendidas no New York Stock Exchange. Segundo o release de imprensa do Bitwise, o ETF difere de outas tentativas por tentar confiar em um “terceiro regulamentado para garantir a custódia física do Bitcoin”.

Além disso, o Bitwise Bitcoin ETF basearia seus preços em um “grande número de exchanges de criptomoedas, representando a maioria do trading verificável de bitcoins”. A NYSE Arca está para processar o registro da ETF nos próximos dias.

Em uma declaração presente no release, o chefe de Fundos Negociáveis em Bolsas da Bitwise, John Hyland, disse que a SEC pode não aprovar a aplicação, e acrescentou:

“Ter um banco regulado ou uma companhia de confiança para guardar os ativos físicos de uma ação é o padrão dentro da regulação de ações dos EUA pelos últimos 80 anos e nós acreditamos que agora é possível fazer isso com o Bitcoin”.

No documento, Hyland revelou que a empresa está “otimista” sobre uma possível aprovação de uma ETF para o Bitcoin nesse ano.

Matt Hougan, chefe da divisão de pesquisa da Bitwise, acrescentou que a SEC “levantou questões relevantes e importantes sobre a qualidade do ecossistema de trading da criptomoeda, a confiabilidade da precificação, a força da função de arbitragem e a robustez da custódia”.

Hougan disse que a proposta desse ano foi feita baseada nessas questões levantadas pela SEC, com um time de desenvolvimento gastando anos para pesquisar sobre estes pontos levantados. Atualmente a SEC tem nas mãos a decisão de uma ETF proposta pela VanEck e SolidX que já vem sendo adiada desde o ano passado. A atual previsão é de que a decisão seja feita no dia 27 de fevereiro.

Já no ano passado, a SEC rejeitou novo propostas de ETF de Bitcoin: 2 do ProShares, 5 do Direxion e duas do GraniteShares.

Para os investidores que estão esperando uma ETF para ver um aumento no mercado do Bitcoin, agora é a hora de torcer por projetos cada vez mais concretos.

Veja mais sobre a vulnerabilidade crítica da Beam!

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.