BitGive lança plataforma de doações transparentes com Blockchain, a Givetrack

O bem conhecido site de baseado em , o Bitgive, anunciou o lançamento da Givetrack, uma plataforma baseada em  que traça transações sem fins lucrativos. O aplicativo visa permitir maior transparência e assegurar que os fundos dos doadores cheguem ao seu destino.

Bitgive lança a : plataforma de transparentes

Connie Gallippi

A Bitgive Foundation, fundada em julho de 2013 por Connie Gallippi, foi a primeira organização sem fins lucrativos com base em bitcoin a conceder status 501c (3). Ao longo dos anos a organização de caridade tem ajudado muitas pessoas, como o Projeto Água, através do financiamento de um poço de água funcionando no Quênia. O poço dá água limpa para a “Shisango Girl’s Secondary School” e uma comunidade envolvente de 500 pessoas. A Bitgive também ajudou o projeto de caridade “Save The Children” e “Medic Mobile” ao longo dos anos.

Recentemente a fundadora Connie Gallippi anunciou o desenvolvimento do Givetrack na Conferência Bitcoin da América Latina (Labitconf), realizada em Buenos Aires, que contou inclusive com a palestra de importantes brasileiros no cenário de Bitcoin. Agora o projeto foi lançado, dando uma idéia descritiva da missão de Givetrack. A plataforma ainda está em construção, mas o Givetrack beta será lançado em breve através do blog sem fins lucrativos. A Bitgive lançou um vídeo de demonstração de como o software blockchain funciona com doações:

Leia também  Bitcoin continua firme e forte mesmo após taxações de Exchanges chinesas

“Os doadores ficaram mais interessados ​​em como seus fundos são gastos e querem ver os resultados”, explicou Connie Gallippi, fundadora da Bitgive. “Não foi tão fácil no passado. Você pode ter ouvido falar de dinheiro estando preso em contas bancárias ou mesmo indo para mãos de funcionários corruptos. Bem, isso acabou agora. Com o serviço da Givetrack asseguramos que as doações chegam às pessoas que deveriam alcançar […] Givetrack é uma plataforma que rastreia as doações e as liga diretamente aos resultados alcançados. Givetrack usa a blockchain que garante a transferência segura de fundos no mundo todo em apenas alguns minutos.”

A Givetrack foi desenvolvida com a ajuda de vários parceiros

A Givetrack foi desenvolvido pela Bitgive, e a organização sem fins lucrativos que está trabalhando em estreita colaboração com vários parceiros. O projeto foi financiado por empresas e indivíduos como o Coinfabrik, o brasileiro Rocelo Lopes, da CoinBR, Matthew Roszak da Bloq, e muito mais. A Bitgive disse que as futuras características do Givetrack criarão uma “plataforma amplamente aplicável, camadas de análise de dados, loops de feedback, mecanismos de relatórios e muito mais“.

Leia também  Loja virtual brasileira de caiaques aceita Bitcoin como forma de pagamento

A Bitgive diz que eles não podem parar a pobreza e desastres naturais, mas com a ajuda da tecnologia eles podem ajudar as pessoas em necessidade. A organização sem fins lucrativos tem trabalhado com o bitcoin desde 2013 e acredita que é uma “tecnologia incrível” quando se trata de transparência. “A Givetrack baseia-se na tecnologia de núcleo existente, uma plataforma personalizada para organizações sem fins lucrativos que é centrada nos dados, fácil de usar e fornece uma interface de usuário abrangente”, disse a Bitgive.

“Estamos usando moedas digitais como o bitcoin para financiar projetos em países em desenvolvimento ao redor do mundo”, detalha Gallippi. “A Givetrack pode ajudar as instituições de caridade a alcançar seus objetivos sem fricção e . Agora você pode visualizar o fluxo de fundos e resultados do projeto em tempo real.”

Para maiores informações clique aqui e acesse o site oficial (em inglês).

Leia também  W3C está criando botão global de "compra com 1 clique" com o bitcoin, para todos os navegadores web

Confira abaixo o vídeo de apresentação do projeto (em inglês):

Via: News Bitcoin
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *