Bitcoin registra nova máxima para 2016, subindo 87% e superando os US$ 910

A moeda digital da internet ou o “Ouro Digital”, como muitas o chamam, o , atingiu seu maior nível desde janeiro de 2014 no pregão pós-Natal desta segunda-feira, quebrando recordes de registrados no ano.

A moeda (BTC/USD) avançou e operou cotada a US$ 914,72 no mercado itBit da Bolsa de Nova Iorque antes de recuar para US$ 906,72 às 12h20, no horário de , apresentando ganho de cerca de 1% no dia.

No mês, a moeda digital registra uma alta de quase 23% em meio a compras intensas da Índia e da , com os investidores buscando proteger o seu capital contra a desvalorização das moedas correntes e a falta de .

Os compradores europeus e americanos também foram relevantes para o volume de negociações, com os investidores buscando segurança após mudanças políticas dramáticas na economia mundial.

Leia também  Governo de Washington recebe projeto de lei sugerindo proibição de compra de Maconha com moedas virtuais.

No ano, o Bitcoin registra alta colossal de 87%, tornando-a um dos melhores ativos de 2016.

Os analistas afirmam que os preços da moeda digital estão testando a máxima da história de US$ 1.216 em 2017 em meio à crescente demanda por ativos alternativos. Logo, se a máxima anterior for quebrada o em 2017 pode chegar rapidamente a US$ 1.500.

O bitcoin é uma moeda digital e não tem suporte de nenhum governo nem banco central que a regule ou a emita. Ela pode ser utilizada para comprar bens e serviços de lojas e varejistas on-line.

Sua reação no final de 2016 com o Bitcoin:

Via: Investing.com/Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *