Bitcoin: Preço do Bitcoin vai subir esta semana?

2s Comentários

homem apontando para cima sentado numa cadeira

Tudo indica que o Bitcoin pode receber um forte aumento no preço, alta essa que será impulsionada pelo Federal Reserve dos EUA, que aparentemente seguirá o Banco Central Europeu e vai cortar as taxas de juros esta semana em talvez um quarto de ponto percentual (0,25%). Sendo esse o segundo corte nas taxas de juros, que caíram pela primeira vez em uma década, no mês de julho, devido às tensões da guerra comercial EUA-China.

São grandes as chances de que o Bitcoin tenha uma valorização esta semana, devido ao corte de juros que o Federal Reserve dos EUA fará essa semana, disse o chefe de um gigante global de consultoria financeira.

A previsão de Nigel Green, fundador e CEO do deVere Group, que lançou o deVere Crypto no início de 2018, se baseia na reunião do banco central dos EUA em 17 e 18 de setembro.

Green destaca que:

“O Fed provavelmente seguirá o Banco Central Europeu e cortará as taxas esta semana em talvez um quarto de ponto percentual. Isso ocorre depois que as taxas de juros caíram pela primeira vez em uma década em julho, devido às tensões da guerra comercial EUA-China.

O Bitcoin, a maior criptomoeda do mundo por valor de mercado, provavelmente romperá com seu recente padrão de negociação lateral e receberá um impulso saudável pelo corte nas taxas do Fed. Isso se dará porque um corte na taxa de juros reduz o incentivo para manter a moeda fiduciária.

Além disso, os cortes nas taxas normalmente aumentam a inflação, o que reduz o poder de compra das moedas tradicionais. Como tal, o Bitcoin e outras criptomoedas descentralizadas tornam-se mais atraentes e o preço sofrerá um ajuste para cima”.

Vale lembrar que no mês passado, o CEO da deVere relatou que o Bitcoin pode alcançar os US$ 15.000 por quatro razões principais.

  1. As questões geopolíticas, como a guerra comercial EUA-China e Brexit, as tensões entre esses países estão se intensificando e os investidores aumentarão a exposição a moedas digitais descentralizadas, não soberanas e seguras, como Bitcoin, afim de se protegerem das turbulências que ocorrem nos mercados tradicionais.
  2. A força da rede tem melhorado ainda mais o desempenho. A taxa de hash do Bitcoin quebrou outro novo recorde histórico recentemente e isso alimenta a confiança dos investidores.
  3. O halving do Bitcoin em 2020 dará um forte impulso de alta no preço da primeira criptomoeda. A cada quatro anos, a recompensa por cada bloco extraído na blockchain do Bitcoin é reduzida pela metade. Isso reduzirá significativamente a quantidade de novos Bitcoins entrando no mercado. O consenso geral entre a maioria dos analistas é que o preço do Bitcoin aumentará em resposta a esse evento. Nem todos tem a mesma opinião, mas parece que todos acreditam que essa redução é uma coisa boa para o preço, baseado no princípio básico de mercado, oferta e demanda.
  4.  O quarto – e talvez o mais importante – é que a conscientização pública está sempre crescendo. As criptomoedas e, em particular, o Bitcoin, fazem cada vez mais parte das finanças tradicionais. Isso é evidenciado não apenas no setor financeiro, no qual todos os principais bancos estão cada vez mais olhando para blockchain e criptografia, mas também com grandes nomes nos setores de tecnologia e varejo.”

Para Nigel Green, fundador e CEO do deVere Group: “Adicionado a essas razões-chave também devem estar a inflação e as políticas monetárias atuais dos governos, que estão levando os investidores em direção ao Bitcoin e ao mercado de criptomoedas como um todo”.

Para concluir ele disse: “Podemos esperar que as criptomoedas, agora amplamente consideradas como o futuro do dinheiro, comecem a se destacar a medida que a economia global desacelera e os bancos centrais facilitam as políticas monetárias em resposta a isso”.

Clique aqui para ler: “Halving”- Qual será a influência no preço do Bitcoin?

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.