Bitcoin não é a bolha, Bitcoin é a agulha

O valor do Bitcoin é derivado da desconfiança das pessoas nas moedas fiduciárias. 

Existe uma estimativa de US$ 60T de moedas FIAT em circulação (sem contar os derivativos que criaram substancialmente mais crédito). Se o Bitcoin atingir apenas 10% de participação no mercado da moeda mundial, 1 Bitcoin valeria US$ 300K.

Corretora Bonus Depósito Mínimo Criptomoedas Abrir conta

image_2
Bônus no Depósito $100 Bitcoin, Ripple, Ethereum, Litecoin, Bitcoin Cash COMPRAR

Mesmo que não existisse esse enorme potencial para aumentar o preço, a maioria das pessoas que investem em Bitcoin estão lá porque acreditam que as moedas FIAT são instáveis ​​com a crescente dívida. Não é nenhum segredo que a única forma como os governos pagam suas dívidas é imprimindo mais dinheiro através dos bancos centrais, que são muito “confiáveis”.

Dado que os EUA têm mais de US $ 20T em dívidas, baixou os impostos e está perto de  iniciar uma guerra com a Coréia do Norte, por que alguém pensaria que o valor de seus dólares é seguro? Semelhantemente o Brasil, quem pode confiar no BRL? Tendo em vista que é regulado pelo Banco Central que é controlado por políticos, cujo povo brasileiro já perdeu a confiança a muito tempo.

Leia também  Fim do Bitcoin na China? Exchanges desmentem boatos e volume de Bitcoin cresce

O Bitcoin é o “Bicho Papão” para o atual Sistema Financeiro. O Banco Central nos disse para aceitarmos a inflação como uma forma de manter o dinheiro circulando na economia. Mas, na realidade, tudo isso é apenas um imposto que nós como contribuintes não queremos. Antigamente quando o governo queria gastar mais dinheiro, eles precisavam aumentar os impostos. Se os contribuintes não concordavam, eles votavam e escolhiam outros políticos. Com o banco central o governo não precisa pedir permissão, eles continuam gastando dinheiro com o que quiserem, enquanto a maioria de nós, não percebemos que estamos pagando a conta. Enquanto isso, os bancos continuam testando os limites do sistema bancário de reserva fracionária, arriscando o dinheiro das pessoas com investimentos alavancados extraordinariamente altos, até que inevitavelmente atingimos uma crise financeira como 2008. Então os Bancos centrais informam aos contribuintes de que a única maneira de salvar a economia do colapso é resgatar os bancos. Assim, o governo entra em mais dívidas, e a conta continua sendo paga pelo contribuinte. A mesma coisa tem acontecido praticamente toda década, e durante todo esse tempo, vemos a contínua erosão no bolso da população

Leia também  Coinbase confronta justiça sobre seu possível papel no caso da exchange Cryptsy

Bitcoin e criptomoedas são populares porque as pessoas, como eu e você, perceberam a mentira que de 4 em 4 anos vemos nas propagandas “gratuita” eleitoral, percebemos e finalmente através das criptomoedas conseguimos ter o “poder” em nossas próprias mãos.

Bitcoin não é a bolha. Ele é a agulha.

Texto retirado da internet

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Banco postal da China passa a utilizar tecnologia Blockchain e contratos inteligentes

Em parceria com a IBM, o Banco de Poupança Postal da China (PSBC) construiu um sistema de gerenciamento de ativos baseado em blockchain. Esse projeto, lançado oficialmente em outubro de…

0 Comentários

Blockchain “Smart Grid” será testada em Fukushima

A empresa de energia japonesa, Eneres, demonstrará o potencial de uma rede de energia suportada pela tecnologia blockchain. Índice1 Blockchain Energy Grid2 “Compartilhando economia” de eletricidade3 Central de energia virtual4 LO3…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link