Bitcoin e Criptomoedas serão os catalisadores de “perturbações maciças” nos mercados financeiros.

 

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde voltou a abordar o tema do bitcoin e da criptomoeda. Em um recente evento do FMI, Lagarde disse a repórteres que as moedas virtuais irão constituir o catalisador de “perturbações maciças” nos mercados financeiros.

O FMI vem prestando atenção no Bitcoin e em Criptomoedas

Falando nas Reuniões Anuais do FMI em Washington, Lagarde alertou as instituições financeiras que “estamos prestes a ver rupturas maciças” como resultado da criptomoedas e das tecnologias de blockchain. A chefe do FMI enfatizou a necessidade de instituições e reguladores.

A Diretora-Gerente do FMI indicou que a instituição está preparando aplicativos com tecnologia blockchain. Lagarde discutiu no contexto do “Special Drawing Rights (SDR)” ou “Direito Especial de Saque (DES)” do FMI, que seria uma especie de moeda criada e administrada pelo FMI para funcionar como um ativo de reserva internacional. Lagarde declarou que “o SDR pode realmente usar essa tecnologia para ser mais eficiente e menos *onerosa”.

Leia também  Festival de música da Índia tem 1% de suas vendas realizadas em Bitcoin

Lagarde descreveu o bitcoin como um fenômeno amplo e composto, descartando aqueles que afirmam que o bitcoin é uma “fraude” ou um “esquema de Ponzi”. Lagarde disse a repórteres:

“Eu acho que devemos apenas estar cientes de não categorizar nada que tenha a ver com moedas digitais naqueles especulativos, esquemas similares a Ponzi, é muito mais do que isso”.

No mês passado, Christine Lagarde advertiu os banqueiros centrais que “pode ​​não ser sábio descartar as moedas virtuais”, afirmando que “as critpmoedas podem apenas dar às moedas e políticas monetárias existentes uma corrida por seu dinheiro”. Lagarde pediu aos banqueiros que não ignorassem a inovação decorrente da criptomoeda, defendendo que eles permaneçam “abertos a novas idéias e novas demandas, à medida que as economias evoluem”.

Leia também  John McAfee minera mais de 100 BTC ao mês com sua "Macpool", que se tornará pública

Em junho, o FMI produziu um relatório destinado a oferecer orientação regulatória aos governos nacionais. O relatório defendeu que “[cada governo] precisará ser ágil, experimental e cooperativo” em seus esforços para abordar criptomoedas.

O que você acha da postura da Diretora-Gerente do FMI? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo!

*Oneroso é tudo aquilo que implica gastos, despesas.

_______________________________________________________________________________

Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: https://news.bitcoin.com/cryptocurrencies-exp…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Posts relacionados

Leia também  Gerente de projeto de uma altcoin recomenda retirar as próprias moedas da exchange Yobit

Nick Szabo, pioneiro dos contratos inteligentes diz: “Não devemos esquecer a descentralização”

O famoso especialista computacional tem sido crítico sobre o esquema bancário tradicional e acredita que a programação Web foi só o começo para alcançar total confiabilidade. Aproveitando-se da conferência Synchronize 2018 a…

0 Comentários

Alerta! Wallet da IOTA é hackeada e são roubados $4 milhões de dólares

O projeto IOTA é novamente alvo de raiva e críticas negativas. Desta vez, o problema é uma característica da tecnologia que aparentemente permitiu que os golpistas roubassem cerca de US$…

0 Comentários