Por que precisamos do Bitcoin? O dinheiro definitivo!

4s Comentários

Durante os nossos artigos sobre a Importância do Bitcoin adaptados do site Cryptobriefing, estamos explorando toda a história do sistema monetário. Isso porque é fundamental entender a evolução do dinheiro para primeiro entender porque precisamos tanto do Bitcoin.

Falamos sobre a História do Dinheiro, A criação das primeiras moedas e O Dinheiro de Papel e a Inflação. Hoje, chegamos no ponto alto dessa série, a Era Digital e a criação do Bitcoin.

 A era digital do dinheiro

Como dissemos na última parte deste artigo, a inflação eventualmente se tornou um fenômeno global. Porém, de uns anos para cá, outro fenômeno é a digitalização do dinheiro.

Muitas vezes referido como “pagamentos sem dinheiro”, cartão de débito, cartão de crédito e, mais recentemente, pagamentos móveis, que consistem em serviços como Apple Pay, Google Pay e PayPal, esses métodos dominam as transações monetárias diárias.

Na China, o aplicativo WeChat Pay é usado por mais de 600 milhões de pessoas.

Pagamentos sem dinheiro aumentaram na última década e as projeções indicam um aumento em todo o mundo.

A tabela a seguir exibe transações globais sem dinheiro em bilhões por região, de 2012 a 2016, com projeções até 2021:

Como a moeda em papel, essas formas de pagamento digitais não são inerentemente escassas e sofrem das mesmas falhas de muitas moedas do passado, embora possam ser mais convenientes para uma variedade de cenários.

O estado atual das “economias quase sem dinheiro” prenuncia uma ameaça iminente de queda nas taxas de juros, em que os usuários de moeda podem ficar presos em um ambiente inflacionário contínuo, sem opção de “saque”.

Essas moedas digitalizadas carecem da capacidade de independência monetária e privacidade oferecida em dinheiro e, especialmente, em dinheiro real.

O dinheiro real definitivo: Bitcoin

Vez após vez, vimos em todo o mundo, um retorno ao dinheiro real.

O dinheiro real deve ser:

  • Um meio de troca, usado para negociar bens ou serviços.
  • Uma unidade de conta que é intercambiável e capaz de estabelecer um preço definido para bens ou serviços.
  • Portátil. Mais portátil do que qualquer outra forma de moeda, o Bitcoin pode até ser armazenado em sua mente através de uma frase mnemônica de 12 ou 24 palavras.
  • Durável. Sendo uma blockchain imutável protegida por hashrates, o Bitcoin não pode ser destruído sem um enorme gasto de energia e dinheiro.
  • Divisível. O Bitcoin pode ser dividido em até 100 milhões, representando um único satoshi em valor. Pode ser modificado ainda mais, ajustando o protocolo no futuro, se necessário.
  • Fungível, onde cada unidade é igual à seguinte.
  • E, como ouro e prata, o Bitcoin é escasso, com apenas 21 milhões de BTC já existentes, tornando-o uma reserva de valor.

Embora seja uma iteração digital do dinheiro, ele retém a escassez devido ao seu protocolo, graças à natureza da tecnologia blockchain.

O Bitcoin também retém exclusivamente as vantagens do antigo sistema de escambo. Ele permite o comércio sem permissão entre as partes e não precisa de intermediários para permitir transações bem-sucedidas.

É o dinheiro real definitivo, superior a todas as formas anteriores, incluindo ouro e prata.

E esse é um dos motivos de precisarmos do Bitcoin, pois ele traz uma forma superior de armazenamento de valor e, especialmente, uma melhor segurança para a sua liberdade.

Veja também: Quando a Mt.Gox destruiu 2.609 Bitcoins | A História do Bitcoin parte 17

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.