Bitcoin: A Coreia do Sul não está proibindo a criptomoeda

 

south-korea-bitcoin-coreia-do-sul

Na manhã de hoje, rumores de que o governo sul-coreano proibiria o Bitcoin e as exchanges de criptomoedas levaram o preço do Bitcoin descer ladeira abaixo.

A Coreia do Sul não vai proibir o Bitcoin

A Reuters publicou um artigo ontem dia 27 de dezembro, alegando que o governo sul-coreano aplicaria novas regulamentos e fecharia as exchanges de criptomoedas. No entanto, horas depois, a Reuters corrigiu a notícia informando que o governo sul-coreano somente fecharia contas anônimas em algumas exchanges.

Consequentemente, a Reuters foi criticada por muitos especialistas e analistas, incluindo “I am Nomad”, levando a Forbes a publicar seu artigo anterior datado de 15 de dezembro, reafirmando que o governo sul-coreano está em processo de regulamentar o mercado afim de impulsionar a adoção e estabilizar ainda mais o setor de criptomoedas no país.

Como informado hoje 28 de dezembro, o governo sul-coreano desativará contas anônimas nas exchanges de Bitcoin. Em uma reunião de emergência realizada em 13 de dezembro, o governo sul-coreano e sua força-tarefa formada pelo Ministério da Estratégia e Finanças da Coréia do Sul, Comissão de Serviços Financeiros, Ministério da Justiça, Comissão de Comércio Justo e Comissão de Supervisão Financeira revelaram que estrangeiros e menores de idade, serão proibidos de negociar Bitcoins.

Leia também  Google 2FA: ferramenta de dupla autenticação será atualizada após vários hacks

A proibição do investidor estrangeiro também foi aplicada após um grupo de chineses terem sido capturados lavando milhões de dólares e aproveitando as taxas de mercado da criptomoeda no país. Como o preço do Bitcoin no mercado sul-coreano é cerca de 20% maior do que o preço médio global, eles trouxeram Bitcoin da China, e os venderam na Coréia do Sul e enviaram o yuan chinês de volta para sua terra natal.

O governo sul-coreano introduziu regulamentos afim de evitar que tais atividades ocorram no futuro e para proteger os investidores. Anteriormente, o primeiro-ministro sul-coreano, Lee Nak-yeon, expressou suas preocupações sobre a mania do Bitcoin no país, já que estudantes do ensino médio e estudantes universitários começaram a negociar Bitcoin diariamente.

Regulamentos para comprar Bitcoin

As exchanges locais, como a Bithumb, a segunda maior exchange de criptomoedas do mundo, com sede em Seul, disse que recebeu os regulamentos com entusiasmo porque permitirão que o mercado local de Bitcoins se estabilize, amadureça e cresça a um ritmo mais rápido.

Leia também  Cresce o número global de caixas eletrônicos de Bitcoin, número quase dobrou em Maio

É benéfico para o governo regular o mercado para que os investidores troquem Bitcoin e outras criptomoedas diretamente nas exchanges, não através de prestadores de serviços e intermediários de terceiros, o que deixa os investidores vulneráveis ​​a fraudes e esquemas ponzi.

“Um certo conjunto de regulamentos irá nutrir o mercado (moeda virtual), e gostaríamos disso”, disse a Bithumb.

 

Fonte: Cryptocoinsnews.com

Tradução: Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

Austrália reafirma compromisso em reformular o problema da tributação do Bitcoin

O governo da Austrália está avançando na intenção de resolver o problema da “dupla tributação” das moedas digitais no país. O governo prometeu há mais de um ano resolver o…

0 Comentários

Valor Econômico: CVM aponta indícios de pirâmide na Minerworld

Saiu no jornal Valor Econômico Por Juliana Schincariol  A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou ao Ministério Público do Mato Grosso do Sul (MS) que há indícios de pirâmide financeira…

0 Comentários