Binance US se adequará as normas americanas

1 Comente

“A dor a curto prazo é necessária para ganhos a longo prazo”, disse o CEO da Binance Changpeng Zhao, ao anunciar em junho deste ano (2019), que bloquearia clientes dos Estados Unidos das negociações da exchange. Segundo o anúncio os clientes teriam 90 dias para seguir os novos termos. Quem não se adequasse até o dia 12 de setembro não poderia negociar na Binance.com, somente realizar retiradas. Todavia, recentemente a Binance anunciou sua expansão nos Estados Unidos com a Binance US.

O lançamento da entidade independente ligada à Binance surge em uma estratégia de enfrentar seu concorrente no país americano, a exchange Coinbase, que tem se destacado por conseguir cumprir muito bem a regulação dos EUA.

Esse movimento pode ser uma surpresa para muitos, pois a Binance tem sido uma espécie de ‘arbitragem regulatória’. A exchange já se mudou de Hong Kong, Cingapura, Japão, Taiwan, Ilhas Cayman até chegar e se estabelecer em Malta. O fato dela manter quase todo seu recurso em criptomoedas também elimina a necessidade de regulações estatais. Mas a maior exchange do mercado por volume de negociação, está sinalizando que não tem interesse em perder o público americano que é responsável por 20% de seu tráfego e para isso não se importa em seguir voluntariamente as regulamentações dos EUA.

A nova entidade surge com o apoio de Catherine Coley. A ex-especialista em gerenciamento de liquidez da Ripple supervisionará o lançamento da Binance US e trará o mercado da BAM Trading Services para a América do Norte.

“Estamos animados para finalmente lançar o Binance.US e trazer a segurança, velocidade e liquidez do Binance.com para a América do Norte. A Binance.US será liderada pelo nosso parceiro local BAM e servirá o mercado americano em total conformidade regulatória”, afirmou Zhao.

A equipe da Binance afirma que com essa nova roupagem cumprirá as normas da FinCEN, anti-lavagem de dinheiro (AML) e de combate ao terrorismo financeiro (CFT), e dará mais segurança para os usuários americanos.

“Binance US tem obrigações legais e deveres morais para proteger nossos usuários de projetos fraudulentos de blockchain e combater crimes financeiros.”

As negociações da Binance US começarão tímidas em comparação com a exchange sediada em Malta. Ela contará com apenas 30 criptoativos enquanto a Binance global conta com mais de 100 criptomoedas. Os ativos que estarão em negociação na plataforma da Binance US são ADA, ATOM, BAT, BCHABC, BNB, BTC, DASH, EOS, ETC, ETH, HOT, IOTA, LINK, LOOM, LTC, MANA, NANO, NEO, PAX, REP, RVN, TUSD, USDC, USDT, VET, WAVES, XLM, XRP, ZIL e ZRX. A exchange ainda não divulgou quantos pares terão cada ativo.

Veja também: Especialista afirma que Bitcoin pode chegar ao valor de 100 mil dólares

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Escreva um comentário

1 Comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.