Banco israelita impede clientes de comprar Bitcoin

6s Comentários

Embora a maioria das pessoas não goste, os bancos ainda são um dos meios usados quando se trata de comprar criptomoedas. Mais especificamente, a maioria das exchanges usa as transferências bancárias como a única maneira de comprar . Esta situação está mudando rapidamente em . Alguns bancos estão bloqueando as transações relacionadas a criptomoeda. O Bank Leumi é um deles.

Não é a primeira vez que bancos de certas regiões bloqueiam transações relacionadas ao bitcoin. Os bancos alemães têm um histórico nesse sentido, embora a situação já tenha melhorado por lá. Israel, por outro lado, deu vários passos para trás nessa caminhada rumo ao futuro. Um cliente do Bank Leumi declara que a transferência relativa a uma negociação de Bitcoin foi rejeitada pela instituição, desta forma tanto a compra de Bitcoin quanto a conversão de criptomoedas para fiat estão sendo dificultados pela instituição financeira.

Leia também  O Bitcoin e a Liberdade Econômica

Devido ao recente aumento da popularidade do Bitcoin, os bancos estão criando obstáculos, para dificultar o crescimento do bitcoin. alguns “especialistas” financeiros proferiram opiniões difamando o Bitcoin e as criptomoedas. A China também está abalando o mercado de maneira aparentemente negativa. Com os bancos israelenses agora bloqueando as transferências, a situação só piora. Várias empresas locais também estão envolvidas em situações problemáticas. Embora nenhuma empresa tenha perdido a parceria com os bancos ainda, mas pode ser apenas uma questão de tempo.

A transferência citada acima foi referente a uma compra de bitcoin na exchange Kraken. O cliente pretendia comprar US$ 1.000 de Bitcoin na casa de câmbio. Infelizmente, quando o Bank Leumi identificou a conta de destino bloqueou a transferência imediatamente. Eles até contataram o cliente para perguntar qual era o propósito e informando ao cliente que essas transações “não podem ser realizadas”. Porém, nenhum motivo válido foi dado. Existem riscos envolvidos com o Bitcoin, claro, mas manter o dinheiro em uma conta bancária também possui riscos.

Leia também  Startup brasileira Bitcoin to You lançará esse mês cartão de débito pré-pago em Bitcoin

O que é ainda mais preocupante é como o Departamento de Supervisão Bancária israelense não está intervindo. Eles simplesmente estão permitindo que o Bank Leumi bloqueiem essas transações. O Bank of Israel não impede as pessoas de usarem o Bitcoin, no entanto, eventos como esses fazem pouco sentido. Prevenir os consumidores de comprar Bitcoin só prejudicará o Bank Leumi. As instituições financeiras estão muito preocupadas com o bitcoin, o que é compreensível. No entanto, eles nunca devem dizer aos consumidores o que podem e não podem fazer.

Se você já passou ou conhece alguém que passou por uma situação parecida aqui no Brasil, deixe abaixo seu comentário.

Fonte: livebitcoinnews

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Acompanhe notícias todos os dias sobre Bitcoin e Criptomoedas:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/company-beta/16221556
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

Leia também  Bolsa de valores Russa de olho nas ICOs
[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]