Banco Central da França divulga o seu primeiro teste com a tecnologia Blockchain

O banco central francês divulgou sem alarde, novos detalhes sobre o seu trabalho com a tecnologia blockchain na semana passada.

Imagem: reprodução

O Banco da França disse na sexta-feira que testou a tecnologia para uso hipotético na gestão de Identificadores de Crédito SEPA, ou identificadores utilizados ​​para estabelecer a identidade dos credores dentro da “Área Única de Pagamentos em Euros“. O teste com blockchain é o seu primeiro publicamente reconhecido.

Segundo o banco central, um dos principais participantes do teste foi a “Caisse des Dépôts et Consignations“, uma organização do setor público que atua como uma espécie de investidor em nome do governo francês através de várias subsidiárias. Uma startup com sede em Paris, a Labo Blockchain, e diversos bancos franceses também participaram do teste.

Leia também  O que torna a blockchain segura?

O banco central da França descreveu que as reuniões semanais foram realizadas com as partes interessadas à medida que o projeto avançava, indicando que as idéias mais detalhadas sobre o projeto seriam lançadas no próximo ano.

O resultado do teste vem meses depois que o banco central pediu mais pesquisa no assunto, discutindo naquele tempo que todo o teste deve focalizar nos impactos positivos e negativos que a tecnologia poderia prender para o setor de finanças.

O Banque de France evocou este sentimento em seu anúncio, observando com a seguinte declaração:

“Essa experiência permite que todos os bancos participantes compartilhem suas análises sobre os impactos e oportunidades dessa tecnologia”.

Com o teste, o banco central francês torna-se a mais recente instituição de seu tipo a testar a tecnologia blockchain.

Leia também  Coca-Cola e o Departamento de Estado dos EUA usam a blockchain para combater o trabalho forçado

No ano passado, os bancos centrais do Japão, Suécia, Cingapura, a Rússia, entre outros, lançaram iniciativas semelhantes, com o Banco Central Europeu anunciando um novo empreendimento de pesquisa em parceria com o Banco do Japão em 6 de dezembro de 2016. E no início deste mês, o Federal Reserve dos EUA lançou seu primeiro grande trabalho de pesquisa sobre blockchain.

Via: Coindesk
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Posts relacionados

Leia também  O Bitcoin vence: Banco da Irlanda é atingido por falha no cartão de débito
loading...

Como o Japão se tornou o maior mercado de Bitcoin do mundo

Apesar de ter se tornado o maior mercado de Bitcoin do mundo recentemente, o Japão no entanto, só conseguiu manter seu volume de negociação breve por alguns dias, enquanto a…

0 Comentários

ARK trabalha no movimento “pró-criptomoedas” na França e Europa

A plataforma ARK tornou-se líder no movimento blockchain na França e na grande UE. Ao estabelecer uma comunicação saudável e de mão dupla com o governo francês e o movimento pró-criptomoedas,…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link