Autoridades italianas multam promotores da Onecoin em quase 2,6 milhões de euros

0 Comentários

Os promotores da foram multados em quase 2,6 milhões de euros na Itália depois que a autoridade antitruste do país os encontrou envolvidos em um esquema de pirâmide e promoções enganosas. As multas seguem as suspensões anteriores das atividades da , que não pararam a divulgação no país.

Autoridade Italiana da Concorrência, denominada L’Autorità Garante della Concorrenza e do Mercato (AGCM), multou vários promotores da Onecoin num total de € 2.595.000 por vendas de esquema de pirâmide e pelo uso de métodos promocionais enganosos. A organização não-governamental quase autônoma financiada pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico. É encarregado de fazer cumprir as leis italianas e européias de proteção ao consumidor. Eles escreveram:

Após as investigações, a AGCM impõe sanções contra a One Life Network Ltd (€ 2.000.000), a One Network Services Ltd (€ 500.000), Easy Life Srl (€ 80.000), bem como os donos de registros dos sites Onecoinsuedtirol.it, Onecoinitaliaofficial. Onecoinitalia.com (5.000 € cada).

A AGCM descobriu que os métodos utilizados pela One Life Network para promover a venda da Onecoin e seus pacotes de treinamento relacionados fornecem informações enganosas aos consumidores sobre a natureza do produto e seu esquema de pirâmide.

Leia também  Governo de New Hampshire cria projeto de lei para proteger o Bitcoin contra Regulamentação e Impostos

Autoridade italiana mata os Promotores Onecoin 2,6 milhões de eurosOs consumidores são enganados ao acreditar que, depois de adquirir um pacote de treinamento, poderiam obter “a criptomoeda da Onecoin”, o que aumentaria substancialmente o valor, detalhou o AGCM. “Por exemplo, a compra do pacote de € 27.530 teria permitido um equivalente a € 3.000.000 de valorização em apenas dois anos após aderir ao programa”. A autoridade também descreveu “o recrutamento de novos consumidores o único objetivo da atividade de vendas e era fortemente encorajado pela obtenção de vários bônus, a única remuneração real e efetiva do programa”.

Um dia após o anúncio da ACGM, a Onecoin emitiu uma resposta. Entre outros esclarecimentos, a organização negou as alegações de pirâmide, seu envolvimento com a Easy Life Srl e os domínios acima mencionados, bem como a compreensão da autoridade do seu modelo de negócios.

Leia também  Jimmy Song - Resumo do Meetup promovido pela Blockchain Academy e Mercado Bitcoin

Suspensões anteriores ineficazes

Em dezembro de 2016, a AGCM suspendeu a divulgaçao da Onecoin pela One Network Services Ltd, bem como os donos de dois domínios relacionados à Onecoin.

Em fevereiro deste ano, a autoridade suspendeu a promoção da Onecoin pela One Life Network e da Easy Life Srl. Naquele momento, apenas a Easy Life Srl havia informado que havia parado a prática.

Após as suspensões, os promotores da Onecoin sustentaram que o seu sistema é “absolutamente legal” e em conformidade com a legislação europeia. Além disso, eles continuaram organizando reuniões para promover e vender a Onecoin. A One Life Network, que é responsável pela venda da Onecoin na Itália, “continua inabalável em suas atividades”, escreveu Wall Street Italia.

Via: news.bitcoin
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Leia também  Os prós e os contras do Bitcoin

Receba notícias diárias sobre o Bitcoin:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/guiadobitcoin