Australiana de 23 anos é presa por roubar 100.000 XRP

0 Comentários

Um portal de noticias australiano divulgou hoje que, uma mulher de 23 anos de idade, que mora na cidade de Sidney, na Austrália, foi presa por roubar criptomoedas no valor de mais de US $ 300.000 na época. O roubo foi possível porque a acusada conseguiu acessar o e-mail da vítima, que era utilizado como uma autenticação de dois fatores.

A polícia não divulgou o nome da ladra que roubou 100.000 XRP (token da Ripple) em janeiro de uma carteira de um homem de 56 anos. Ela foi presa ontem pela polícia depois de uma investigação que durou 10 meses.

Após ter sua conta de email invadida, a vítima ficou sem acesso a sua carteira de criptomoeda por dois dias. Quando conseguiu novamente ter acesso, descobriu que todo seu saldo de XRP havia sido transferido.

Uma notícia publicada no News Corp Australia afirma que a mulher transferiu os tokens XRP “para uma exchange na China, que depois foi transformado em Bitcoin”.

No começo do ano de 2018, a época do roubo, a Ripple estava custando estava sendo negociada em torno de US $ 3,50, mas devido a forte desvalorização, o XRP está custando em torno dos US $ 0,45, atualmente a quantia roubada está em torno dos US $ 45.500.

News Corp apresenta o detetive Arthur Katsogiannis, comandante da equipe de Crimes digitais da Polícia de New South Wales.

Uma conta de e-mail é mais valiosa do que as pessoas pensam. Os golpistas estão cada vez mais recorrendo a e-mails que as pessoas usam para movimentações financeiras e outras informações pessoais. As contas de e-mail contendo informações pessoais e financeiras devem ter um “mínimo de autenticação de dois fatores”, disse o comandante.

O portal News Corp informou que a mulher pagou fiança e se apresentar a um tribunal em 19 de novembro.

Guia do Bitcoin

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.