Atlético Mineiro lança sua própria criptomoeda: GaloCoin

1 Comente

O mais novo clube de futebol a abraçar as criptomoedas é um time brasileiro! Dessa vez quem irá apostar nesta empreitada é Atlético Mineiro, o famoso Galo. O time mineiro está lançando a GaloCoin, que tem como objetivo principal aproximar os fãs e os parceiros do time, oferecendo vantagens para todas as partes envolvidas.

Recentemente as criptomoedas e a indústria do futebol estão se tornando cada vez mais próximas. É possível que o esporte possa ser uma importante ponte para transformar as criptos em um mercado mais comum, principalmente considerando o quanto os fãs gostam de apoiar os seus times de diferentes maneiras.

Além da moeda, o clube também lançou um marketplace onde os torcedores poderão comprar vantagens especiais, objetos de decoração, camisas e até viagens de Uber. Em um primeiro momento, também estão disponíveis produtos e serviços ligados à saúde, seguros, sistema financeiro e consórcio.

Ao comprar GaloCoins, o torcedor também tem acesso à um cartão de débito com a bandeira Mastercard, facilitando ainda mais o uso das moedas, inclusive fora da loja oficial da mesma.

Outro fator muito interessante é que a GaloCoin tem cotação de um para um em relação ao Real. Isso a torna uma das poucas stablecoins brasileiras, junto com a GoMoney Criptocoin (GMC).

A moeda foi desenvolvida em parceria com a Fintech FOOTCOIN, que cria soluções na blockchain para ajudar times brasileiros. Outra moeda desenvolvida em parceria com um time e a fintech é a LeãoCoin, o ativo digital do Fortaleza. A FOOTCOIN utiliza a tecnologia de contratos inteligentes do Ethereum para garantir a segurança do ativo.

As criptomoedas e o futebol

Como informamos lá no começo do texto, o futebol e as criptomoedas estão cada vez mais ligados. O famoso jogador Ronaldinho Gaúcho lançou uma criptomoeda chamada Ronaldinho Soccer Coin, que tem como objetivo criar mais de 300 moedas para clubes.

Além dele, Didier Drogba, Michael Owen, Roberto Carlos, Luis Figo, e Lionel Messi se envolveram com as criptomoedas de alguma maneira, seja criando um ou apoiando o uso dos ativos.

E indo além dos jogadores, temos o exemplo do Gibraltar United que se tornou o primeiro time a pagar seus jogadores usando uma criptomoeda.

Veja também: Opinião: o blockchain pode ajudar a acabar com a fome

Escreva um comentário

1 Comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.