As 70 principais criptomoedas e os problemas que tentam resolver

Todos estão entusiasmados com as criptomoedas e o futuro dos ativos descentralizados.

Olhando para a grande quantidade de altcoins/tokens, é quase impossível pesquisar uma por uma, com o intuito de fazer um bom investimento. Com esse post, queremos ensinar um método bastante simples para verificar se uma moeda vale a pena investir … antes de entender como funciona ou como alcançará seu objetivo, tento entender uma pergunta simples:

Qual problema ela resolve?

Então, sem mais delongas, aqui estão as top 70 altcoins por marketcap, resumidas pelo problema que estão tentando resolver.

Se você acha que julguei mal o problema que elas estão tentando resolver, deixe um comentário com um resumo de uma ou duas linhas do problema e eu o analisarei.

Bitcoin
Problema que pretende resolver: a economia mundial está muito conectada, e no longo prazo é instável.

Bitcoin é um meio de investimento de longo prazo separado de instituições centralizadas baseadas em fiat; É um hedge USD desconectado.

Ethereum
Problema que pretende resolver: curto prazo: a necessidade de uma plataforma para emitir tokens ICO (e vendê-los com contratos inteligentes); Médio prazo: os contratos legais são ineficientes; Longo prazo: atender demanda de AI (inteligência artificial)

Ripple
Problema: o sistema bancário é desarticulado e contém milhares de sistemas de contabilidade espalhados por todo o mundo, seria melhor se todos estivessem interligados no mesmo sistema; Os negociantes injetam montantes insanos de capital para facilitar pagamentos onde em um sistema mais eficiente não seriam necessário.

Conectar todos os sistemas de pagamento em um, fornecer um sistema de blockchain para uso dos bancos.

Litecoin
Problema: Moeda substituta do Bitcoin, uma evolução do Bitcoin.

Ethereum Classic
Problema: Ethereum não pode modificar a rede para reembolsar perdas para aqueles que criaram códigos defeituosos. O código é lei.

NEM
Problema: criar uma moeda descentralizada não é suficiente, é necessário desenvolver um conjunto de ferramentas em torno da moeda.

IOTA
Problema: precisa haver uma maneira de interligar dispositivos na internet das coisas para se comunicarem entre si, sem taxas.

Dash
Problema: as moedas digitais devem ser amigáveis ​​para o consumidor, e é necessário que haja um processo integrado na rede para permitir o financiamento de marketing e desenvolvimento de produtos amigáveis ​​ao consumidor.

BitShares
Problema: os ativos atualmente comercializam em plataformas privatizadas ineficientes, os ativos devem ser negociados em “algo” maior. Exemplo: Ethereum é muito lento para lidar com a angariação de fundos para ICO e é necessária uma plataforma mais rápida (BitShares).

Originalmente criado como uma plataforma para criar ativos digitais e rastrear investimentos (como ouro e prata), oferece uma troca descentralizada e uma plataforma para gerar novos ativos.

Stratis
Problema: as corporações precisam de uma empresa para ajudá-los a criar blockchain privadas… Na verdade não entendo como o token se encaixa em uma empresa privada que desenvolve soluções Blockchain. Quem souber por favor, nos explique nos comentários. 

Empresa de desenvolvimento de blocos privados que também tem uma altcoin, aparentemente as empresas talvez usem esta altcoin para iniciar uma Blockchain privada em sua rede.

Leia também  Celebridades de Bollywood estão abraçando o Bitcoin

Monero
Problema: os pagamentos em uma rede descentralizada devem ser anônimos.

Zcash
Problema: os pagamentos em uma rede descentralizada devem ser anônimos.

Waves
Problema: as ICOs em Ethereum são lentas, elas devem acontecer em uma plataforma mais rápida e fácil, com uma troca descentralizada.

Golem
Problema: as pessoas devem ser capazes de alugar o tempo ocioso de seus computadores para qualquer tarefas.

Super computador descentralizado … Ainda não conseguimos alugar seu poder de computação. Ainda em fase alfa.

Bytecoin
Problema: os pagamentos em uma rede descentralizada devem ser anônimos.

Steem
Problema: os criadores de conteúdo devem ser pagos em uma moeda descentralizada pelo conteúdo publicado nas mídias sociais.

Siacoin
Problema: as plataformas de computação centralizadas (e depois distribuídas) (principalmente armazenamento) são excessivamente dispendiosas.

Nuvem privada descentralizada criptografada de ponta a ponta.

Iconomi
Problema: os investidores querem diversificar em altcoins, mas levaria muito tempo para investir e garantir dezenas de altcoins diferentes.

Tokens que derivam dividendos na ETH da ICONOMI o negócio, que pretende ser como um fundo de índice para ativos digitais.

BitConnect
Problema: os tolos são facilmente separados do seu dinheiro.

Invista seu dinheiro neste novo e melhorado esquema ponzi.

Dogecoin
Problema: Bitcoin simplesmente não tem memes suficientes.

O que acontece quando seus sonhos se tornam memes. (Uma das primeiras moedas de “piada”, tem uma grande comunidade por trás dela)

Stellar Lumens
Problema: O mesmo que Ripple, o objetivo de conectar os bancos, os pagamentos e os subjacentes por um baixo custo.

Lisk
Problema: é muito difícil criar novas aplicações blockchain.

A plataforma Blockchain, permite que você crie sidechains e crie outros produtos na plataforma.

Augur
Problema: as plataformas de apostas centralizadas são centralizadas, caras e abertas à manipulação.

Mercado de previsão descentralizada, aposte com dinheiro real em resultados.

AntShares
Problema: o mesmo tipo de problemas que Ethereum está tentando resolver.

Projeto de bloqueio chinês, com o objetivo de fornecer uma plataforma de contratos inteligentes: “Ethereum da China” – Rebranding as Neo.

Ardor
Problema: é muito difícil criar novas aplicações Blockchain. A Ardor quer facilitar os desenvolvimentos para essas novas aplicações.

GameCredits
Problema: a moeda no jogo deve ser transferível e todos os jogos devem usar a mesma moeda.

Uma altcoin que será usado por jogos online

Factom
Problema: o armazenamento de itens críticos deve ser descentralizado em um “livro” da Blockchain, especialmente para manter evidências indiscutíveis numa possível auditoria.

Também um provedor de armazenamento descentralizado, porém focado mais na criação de uma trilha de auditoria para documentos digitais.

Gnosis
Problema: as plataformas de apostas são centralizadas, caras e abertas à manipulação.

Mercado de previsão descentralizada, aposte com dinheiro real em resultados.

MaidSafeCoin
Problema: o armazenamento de itens críticos deve ser descentralizado em um livro de blocos.

Nuvem privada descentralizada criptografada de ponta a ponta.

Decred
Problema: é muito difícil resolver de forma significativa os problemas que o Bitcoin enfrenta, a governança de uma rede deve ser incorporada na rede.

Leia também  4 Cartões de débito Bitcoin foram suspensos fora da Europa devido às novas regras da Visa

Decred é um altcoin que visa resolver o problema de governança que ataca o Bitcoin.

Nxt
Problema: é muito difícil criar novos aplicativos da blockchain, os novos blocks resolverão problemas e precisam ser ferramentas para criar essas cadeias.

Komodo
Problema: os pagamentos em uma rede descentralizada devem ser anônimos. Os aplicativos blocklock / contratos inteligentes devem ser mais privados.

DigiByte
Problema: o desenvolvimento do Bitcoin é muito lento? Na verdade, não conseguimos encontrar muita evolução para a DigiByte.

Byteball
Problema: Muitas transações e interações ocorrem no celular e em salas de chat, pagamentos e contratos inteligentes devem existir nessas conversas através de bots de bate-papo.

DigixDAO
Problema: comprar ouro “custódico” exige muita confiança e seria mais eficiente em uma cadeia de blocos.

Basic Attention Token (BAT)
Problema: na indústria de publicidade somente os editores de anúncios estão lucrando.

A BAT permite que os usuários também lucrem com o tempo gasto na visualização de anúncios.

Veritaseum
Problema: as moedas digitais P2P são mais baratas do que os produtos convencionais. O que eu não consigo entender, é como o Veritaseum está fazendo algo melhor do que o Bitcoin já fez, ou os contratos inteligentes da Ethereum esta fazendo…

Eles reivindicam contratos totalmente autônomos que permitirão que as pessoas adquiram ações, fundos mútuos, etc … Mas quem é o proprietário do bem real no mundo real?

FirstBlood
Problema: as plataformas eSports são centralizadas e ineficientes.

MobileGo
Problema: as plataformas de aplicativos para dispositivos móveis são centralizadas e não recompensam seus desenvolvedores o suficiente.

Conectado ao GameCredits? Eu acho

Tether
Problema: precisa haver uma forma descentralizada de USD para permitir uma criptografia mais rápida.

Numeraire
Problema: o mercado de ações é ineficiente na criação de um fundo de hedge de aprendizado de máquinas, um esforço descentralizado com dados anônimos poderia produzir melhores resultados.

SingularDTV
Problema: artistas e criadores de conteúdo devem poder entregar diretamente seu conteúdo em um mercado P2P.

SysCoin
Problema: deve haver mais aplicativos na cadeia de blocos para as pessoas usarem, como um mercado descentralizado.

BitcoinDark
Esta moeda é um rebranding da Komodo.

PIVX
Problema: os pagamentos em uma rede descentralizada devem ser anônimos.

Aragon
Problema: as empresas devem se registrar em um livro de contas descentralizado, um DAO que possua um sistema judicial integrado.

MCAP
Problema: é muito difícil investir em diferentes ICOs, porém é muito caro investir na mineração de criptomoedas por conta própria.

Emercoin
Problema: As plataformas Blockchain precisam criar recursos para que as transações ocorram para o maior número possível de clientes diferentes.

*Emercoin parece oferecer algo como uma dúzia de produtos diferentes. Eu realmente não tive tempo de pesquisar cada um deles e o problema que cada um resolveu, mas um deles era um rastreador de torrent descentralizado que parece bastante legal.

Ubiq
Problema: os contratos inteligentes Ethereum não são suficientemente bons, a rede Ethereum não é estável, etc.

Leia também  Relatório do Mercado Brasileiro de Bitcoin - Maio de 2017

Peercoin
Problema: PoW não é um bom sistema para as criptomoedas, PoS é melhor.

Peerplays
Problema: as plataformas de apostas são centralizadas, caras e abertas à manipulação.

Ark
Problema: Blockchains são muito difíceis de criar, os consumidores desejam blocks interconectados.

Lykke
Problema: Não existe uma maneira fácil para os comerciantes manter moedas e comercializá-las em uma tela.

Lykke, a empresa emitiu moedas coloridas representando sua empresa, que fornece um aplicativo e troca de ações multi-ativos.

Round
Problema: as plataformas eSports são centralizadas e ineficientes.

Storjcoin X
Problema: as plataformas centralizadas de armazenamento na nuvem são excessivamente dispendiosas.

Nuvem privada descentralizada criptografada de ponta a ponta.

ReddCoin
Problema: você deve poder enviar moeda digital em plataformas de redes sociais.

IExec RLC
Problema: as plataformas de computação centralizadas (e depois distribuídas) (principalmente armazenamento) são excessivamente dispendiosas.

Asch
Problema: é muito difícil criar novas aplicações blockchain.

A plataforma Chinese Blockchain, permite que você crie sidechains e crie outros produtos na plataforma.

Melon
Problema: não há ferramentas para que os consumidores invistam facilmente em ativos digitais ou fundos com ativos digitais.

“Gerenciamento descentralizado de fundos”

Wings
Problema: é muito difícil criar e gerenciar DAOs ou ICOs / crowdsales para DAOs.

“Uma plataforma para a criação de organizações autônomas descentralizadas”.

Quantum-Resistant de Ledger 
Problema: Bitcoin será fraco aos ataques quânticos no futuro.

Nexus
Problema: por que ainda não existem moedas digitais no espaço?

Edgeless
Problema: os casinos tiram vantagem e não devem existir.

Namecoin
Problema: os nomes de domínio são emitidos por uma autoridade centralizada e isso causa censura.

Counterparty
Problema: Bitcoin é limitado, você deve poder gerar ativos em cima dele.

A Counterparty permite que você envie ativos e contratos inteligentes com o Bitcoin.

Synereo
Problema: os criadores de conteúdo devem ser pagos com uma moeda P2P paga pelos seus leitores / público.

Verge
Problema: os pagamentos em uma rede descentralizada devem ser anônimos.

Omni
Problema: Bitcoin é limitado, você deve poder gerar ativos em cima dele.

Emissão de ativos em cima do Bitcoin.

Printerium
Problema com o objetivo de resolver: Nenhum

Conclusão
Eu posso ter perdido algum detalhe importante de alguma das altcoins, se você acha que julguei mal o problema que elas estão propondo resolver, deixe um comentário com o resumo de uma ou duas linhas do problema e eu o analisarei!

Nada neste artigo deve ser considerado conselho de qualquer natureza. Faça sua própria pesquisa sobre o que você comprar. Isso não é um aconselhamento financeiro nem de investimento. Todas as opiniões são minhas, estas são declaradas como opiniões, não fatos.

Fonte: jonhq.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

8 Comentários


  1. Quanto ao problema do Stratis:

    A solução de blockchains privadas se baseia na prova de existência de um arquivo (e consequentemente sua integridade) usando os princípios do Blockchain.

    Uma simplificação: Imagine que você tenha uma pasta de arquivos e você queira garantir a integridade de todos os arquivos. Uma solução seria vincular os arquivos das pastas e estabelecer uma corrente entre eles. Além disso, ao fazer uma modificação em um arquivo, você adiciona uma nova versão a ele ao final da corrente.

    Respondendo objetivamente a pergunta sobre “E o token?”. Bom, a Stratis usou a mesma estratégia que o Ethereum. Ela aplica a credibilidade em uma entidade parcialmente descentralizada (com código no GitHub), e também tem os famosos Smart Contracts. Talvez, a “tokenização” seja um projeto monetário para financiar o lado “consultoria” deles, e consequentemente expandir a moeda.

    Responder

  2. Deveriam ter opção de compartilhar a matéria pelo watsapp

    Responder



  3. Fiz uma leitura esparsa e no segundo item já vi muita desinformação… Me pergunto se você se deu ao trabalho de pesquisar sobre o assunto antes de escrever “fake news+click bait”.
    Eis a definição exata do Ethereum, tirada diretamente do site oficial http://www.ethereum.org: “Ethereum is a decentralized platform that runs smart contracts: applications that run exactly as programmed without any possibility of downtime, censorship, fraud or third party interference.” -> “Ethereum é uma plataforma descentralizada que executa contratos inteligentes: aplicações que são executadas exatamente como programadas sem qualquer possibilidade de ficar inacessível, ser censurada, fraudada ou sofrer interferência de terceiros.”
    O ICO é uma consequência do Ethereum e nunca ouvi falar de I.A. ser viável em uma rede computacional cara(preço do GAS) e lenta(replicação completa em todos os nós + validação de 51% da rede) como o blockchain.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *