As 6 altcoins com a melhor performance em 2016

O movimento de dezembro do Bitcoin causou algum hype na comunidade de criptomoedas e nos meios de comunicação mainstream, embora algumas notícias previram repetidamente a sua morte iminente. A explicação é óbvia: o aumento de de mais de 100% ao longo de 12 meses é algo que qualquer investidor sonha em conseguir.

Ainda assim, o Bitcoin não é a única moeda digital lucrativa do ano. Pode parecer surpreendente para alguns, mas pelo menos meia dúzia de altcoins (moedas alternativas) provou ser muito mais rentável do que a primeira criptomoeda da história.

A breve análise a seguir é baseada nos dados da Cryptocompare e Coinmarketcap, sendo 25 de dezembro de 2015 o ponto de partida. Ou seja, o gráfico é de 1 ano.

AVISO: os dados especificados abaixo são reais e vão de 25/12/2015 à 25/12/, podendo diferir dos dados reais no momento da leitura dessa devido à volatilidade inerente ao mercado de criptomoedas. A porcentagem é especificada em comparação com o Bitcoin, e é diferente daquela contra o dólar dos EUA.

6) Dash +81%

DASH continua sua missão de criar uma alternativa digna para o bitcoin. Nos últimos doze meses, atingiu alguns marcos importantes, incluindo a integração com várias carteiras de criptomoedas populares e serviços de pagamentos. Além disso, a DASH iniciou a primeira solução interligada do setor para conformidade com o AML/KYC, que lhe proporcionará a capacidade de adoção segura por instituições comerciais ou financeiras. Todos estes fatores têm ajudado DASH a crescer 81% em comparação ao Bitcoin (BTC) e sólidos 286% comparando ao dólar (USD).

Leia também  O preço do Bitcoin chegará aos US$ 4.000?

Site oficial: https://www.dash.org/

5) Factom (FCT) +222%

A startup de Blockchain Factom oferece serviços de auditoria e validação de registros e, embora ainda não tenha alcançado publicidade comparável à de Ethereum, a empresa com sede em Austin está se movendo constantemente. Seus serviços estão na demanda, e os investors podem ser consideravelmente felizes tendo FCT em seus portfolios porque trouxe-lhes algum bom lucro este ano.

Site oficial: https://www.factom.com/

4) Storjcoin () +290%

A Storj é outro provedor de armazenamento em nuvem que utiliza seu próprio token para essa finalidade. A SJCX bateu recordes recordes em setembro, e mesmo que a moeda tenha descido desde então, quase 300% do lucro anual definitivamente parece bastante impressionante.

Site oficial: https://storj.io/

3) Ethereum () +333%

Acredito que você já tenha lido bastante sobre o Ethereum por aqui. O projeto é reconhecido mundialmente graças não só ao crescente interesse do mundo das finanças tradicionais, mas também como resultado de uma série de controvérsias, apenas do acidente épico do DAO. Tendo subido para um máximo de todos os tempos nos primeiros seis meses do ano, o valor do ETH caiu significativamente após o anúncio de um quarto hardfork. A segunda tentativa de elevar os preços em agosto e setembro não tiveram muito sucesso. No entanto, apesar da clara tendência de baixa nos últimos dois meses, a Ethereum ainda é a segunda melhor criptomoeda por capitalização de mercado, enquanto seu crescimento anual é composto por 333% contra o Bitcoin (BTC), e quase 700% contra dólar (USD).

Leia também  Japão declara venda de Bitcoin isento de imposto de consumo

Site oficial: https://www.ethereum.org/

2.  (SC) +500%

Plataforma de armazenamento de dados descentralizada, a Sia trabalha em uma blockchain de proof-of-work e também com contratos inteligentes. A plataforma utiliza a Siacoin como meio de pagamento para alugar espaço em disco de outros usuários. Ao longo do ano passado, a moeda ganhou algum valor, embora, semelhante ao Monero, ela tenha perdido muito nos últimos meses, com a alta do Bitcoin. Mesmo que a tendência de queda geral da Siacoin tenha se tornado bastante óbvia nos últimos seis meses, os investidores de longo prazo, ainda poderiam fazer um grande lucro de 500% com ela.

Site oficial: https://sia.tech/

1) Monero (XMR) +928%

A altcoin campeão inegável é a Monero. Negociada por 0.00107593 BTC há um ano atrás, atualmente cada XMR vale 0,0011 BTC (25/12/2016), tendo ganhado 928% contra Bitcoin, e incríveis 1,969% contra o dólar (USD). Também vale a pena notar que esses números poderiam ser ainda mais altos, já que a XMR perdeu muito valor após ter atingido o pico em setembro, depois que a da integração da moeda em algumas plataformas de darknet estourou. No entanto, tem vindo a crescer a partir de novembro, e a popularidade XMR é bem refletida pela sua capitalização de mercado que saltou de US $ 5.129 milhões no Natal passado para US$ 131.112 milhões.

Leia também  Ethereum tem agora a Blockchain pública mais segura, ultrapassando a do Bitcoin

Site oficial: https://getmonero.org/

Ok, altcoins, já entendemos o recado:

AVISO: Este não é uma guia definitivo para investimentos, e nem é uma recomendação. Suas decisões devem ser baseadas em estudos e análises e feitas por conta própria. Não nos responsabilizamos por qualquer prejuízo.

Via: Forklog.net
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *