Antpool, maior pool de mineração Bitcoin vota na Bitcoin Unlimited

O debate do tamanho do bloco do aqueceu-se na segunda-feira quando a Antpool entrou oficialmente na discussão. O maior pool de mineração agora está sinalizando para a Bitcoin Unlimited (BU).

Uma baleia entra na água

A Antpool controla a maior porcentagem da taxa de mineração da Bitcoin, atualmente em 15,28% do total da capacidade de mineração. Apesar de se abster de se sinalizar para qualquer cliente Bitcoin, o pool começou a minerar seu primeiro bloco de sinalização BU, número 456039, na segunda-feira. No momento da impressão, cinco blocos de sinalização de BU foram extraídos por Antpool no total, representando um terço do número total de blocos extraídos pela piscina durante esse período.

Leia também  O que é uma "Baleia" no mercado de Bitcoin?

Estes blocos podem ser seguidos em diversos Web site diferentes tais como a dança da moeda que mostra BU que alcança uma elevação nova, em 22.8 por cento do hashrate total da rede. Enquanto isso, o cliente concorrente Segwit está sinalizando em 25,7 por cento, para baixo um par de pontos percentuais do dia anterior. A contagem de blocos global da BU está rastejando muito perto de ultrapassar Segwit novamente.


[DICA: Compre Bitcoin mais barato na Bitcointoyou]

O que é Bitcoin Unlimited?

O Bitcoin Unlimited (BU) é um cliente de software de full node para a rede bitcoin. Comparado com o cliente tradicional, o “Bitcoin Core”, que tem o limite de tamanho de bloco de 1 megabyte, a proposta do Bitcoin Unlimited remove esse limite, permitindo que os usuários determinem o tamanho do bloco por consenso.

E bloco? Cada “bloco” minerado na rede Blockchain contém as informações das transações realizadas, o que faz a rede funcionar e você conseguir transferir seu Bitcoin para outra pessoa.

Atualmente há uma discussão em torno de qual direção o Bitcoin deve tomar e isso pode influenciar seriamente todo o ecossistema da criptomoeda.

Como funciona a sinalização

Para que os mineradores de Bitcoin façam sua escolha entre a atualização para Bitcoin Unlimited, Segwit ou qualquer outra versão do Bitcoin, eles devem editar seu software de mineração para fazer uma pequena marca nos blocos que eles mineram. Esta pequena bandeira é chamada de ‘versionbit‘ e seu único propósito é revelar ao mundo sua escolha de cliente de software. Somente os mineradores da Bitcoin podem fazer esses ‘votos‘ e somente quando eles tiverem minerado com sucesso um bloco.

Quando um número suficiente de blocos é minerado e sinalizado com a mesma versão, o novo software cliente pode ser atualizado com segurança por aqueles mineradores com pouco medo de que a rede se divida em dois diferentes (). No entanto, se os mineradores tentarem atualizar para uma versão nova e incompatível do Bitcoin antes que todos estejam sinalizando a mesma versão, o Bitcoin poderia dividir-se em dois ou mais Bitcoins diferentes, como a divisão da Blockchain do , que criou dois “’s”: Ethereum Classic (ETC) e Ethereum (ETH). Tal movimento poderia destruir a confiança dos investidores no Bitcoin, um destino que a maioria das pessoas quer evitar.

Porque agora?

O CEO da Bitmain, Jihan Wu, cuja empresa gerencia a Antpool, não revelou especificamente a razão pela qual ele começou a sinalizar para Bitcoin Unlimited (BU). No entanto, muitas pessoas na comunidade Bitcoin especularam que o movimento pode ser em resposta a recentes chamadas para um “User Activated Soft ” (UASF) que teoricamente transfere o poder de sinalização para a próxima versão do Bitcoin longe de mineradores Bitcoin para as mãos dos operadores de nós, em vez disso.

Wu desaprovou o conceito e twittou sua resposta logo após a idéia ter sido sugerida. “A UASF dividirá a cadeia de blocos e criará 2 ou 3 tipos de Bitcoin se a maioria dos mineiros votar não“. Exchanges devem ter cuidado”, Wu twittou.

Via: News Bitcoin
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin


Siga nosso canal no Telegram e não perca uma sobre Bitcoin: telegram.me/guiadobitcoin

Comentários

Comentários

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *