Poloniex nostalgia: “A caixa de trolls”

4s Comentários

“To the moon!” Gritou o mais empolgado da sala. E foi logo advertido por um enxame de moderadores, sempre de prontidão, de que isso é spam e é proibido gritar.

Após o grito a empolgação toma conta de todos, e uma das trocentas criptomoedas começa a subir um pouquinho seguida por um frenesi de mensagens e links inúteis que tentam explicar o porque foi que a cripto-nada subiu 0,01%. A sala é tomada pelo hype e começa um buzz frenético de abelhas nervosas sem saber o que fazer. Em sua grande maioria, são abelhas perdidas, procurando por um messias que os guie para o caminho do divino lucro.

E na Igreja do Nosso Senhor do Divino Lucro, meus caros, não faltam profetas. Existem profetas de todas as nacionalidades falando todos os “tipos de inglês” que você conseguir imaginar. E uma coisa é certa: todos querem ser o profeta do próximo Pump. Querem ser o portador da notícia de que uma moeda vai subir um pouco mais. Ganham destaque por isso. Respeito e até alguns marks de outros usuários que até hoje não sei exatamente para o que servem efetivamente. Acho que são pura puxação de saco e masturbação de ego.

E falando em ego, o ego do profeta infla, o portador da notícia de alta, o primeiro portador, o primeiríssimo ganha seu dia. Ele acertou uma e logo esquecem das outras 300 vezes em que errou. E atrás dele vão as abelhas perdidas num zum-zum-zum correr para comprar a cripto-profecia. Imediatamente depois estas abelhas compradoras se tornam as próximas profetas e saem anunciando em alto e bom som que vai crescer ainda mais e é tanta certeza que as vezes eles quase me convencem. Quase, eu disse.

O mesmo acontece com o movimento contrário, o fud, quando o mercado entra em queda e todos querem prever o caos e salvar você e sua alma de serem devoradas pelo capiroto em pessoa. São todos muito amigos e em pânico saem gritando pela sala: dump disso, dump daquilo, e Humpty Dumpty off the wall… lá vão os trouxas descer do muro e perder seus ovinhos.

Na verdade, o que acontece por trás, nos bastidores, é que o profeta gritalhão que gritou o apocalipse profetizando a baixa para zero, instantes antes, vendeu as cripto-lixos dele, e agora quer que todo mundo venda para o preço cair e ele poder recomprar baratinho às custas do seu dinheiro. Não são amigos, são lobos em pele de cordeiros.

Alguns profetas, claro, acertam mais vezes que os outros e ganham status e notoriedade por isso e passam a ser bajulados insistentemente por uma legião de puxa-sacos sedentos por conseguir um quinhão de seu vasto conhecimento. “Boa noite, senhor SubTrecodeViceTroço, estava sentindo sua falta hoje, como vai a família e qual a sua previsão para a cripto-foda-se de hoje?”. Silêncio na sala. Todos esperando a resposta do senhor Subtreco que demora a responder para causar suspense e criar uma atmosfera de sabedoria do tipo: “Deixem o Oráculo pensar!”

Uma coisa é certa, não importa se é na igreja, no banco ou na zona, todos seguem aqueles que tem certeza de alguma coisa, mesmo que estes só finjam a certeza.

Algumas abelhinhas são tão insistentes, pentelhas e barulhentas em suas profecias que conseguem ganhar o Martelo do Banimento, sim, o famigerado e temido martelo, mais conhecido como BanHammer, ferramenta de poder dos moderadores que têm o poder absoluto e irretorquível de calar pessoas. O chato fica sem poder falar por algumas horas ou em alguns casos por um dia inteirinho como uma criança que não se comportou no parquinho e merece castigo.

O martelo, quase tão poderoso quanto o martelo de Thor, faz dos moderadores quase como semi-deuses, e as ameaças são constantes. Como deuses do Olimpo ameaçam a todos a torto e à direita. Fazendo uma comparação, os moderadores são mais ou menos como os politicamente corretos do mundo atual, uns chatos. Mas as vezes tenho inveja deles, confesso a vocês que na vida real gostaria de ter o poder de calar as pessoas de vez em quando, obviamente sem precisar dar uma martelada na cabeça delas.

Não podemos esquecer daqueles que nunca falam nada que presta e ficam apenas enchendo o saco de todos, tentando confirmar suas teorias vazias e absurdas de que a cripto-meleca subiu ou caiu por conta do índice de crescimento do Big Mac que incidiu na terceira casa astrológica de Vênus e que isso estava estampado no final do rolo de papel higiênico usado por Nostradamus. E nem se dão conta do óbvio: na época de Nostradamus ainda não havia papel higiênico. Mas estes babacas os moderadores não calam, nada de martelada para eles, deixam falar suas idiotices à vontade para o desespero daqueles que tentam extrair alguma informação útil daquela caixa inútil.

Pior que aqueles que não falam nada que preste, são os mendigos, que ficam esmolando moedinhas. Pedindo insistentemente e na maior cara de pau para outros “emprestarem” dinheiro à eles. Empréstimos que obviamente jamais serão devolvidos. E para o espanto de todos a nada democrática trollbox só permite que falem aqueles que possuem certa quantia de dinheiro aplicado na corretora. Aqueles que não tem nada, não tem direito a falar. Resumindo: os pedintes são mendigos com grana! Morram.

De todas as formas, cabe um conselho:

IGNOREM A TROLLBOX!

Como o próprio nome já diz  é a “Caixa de Trolls” e se você cair na conversa deles será literalmente “trollado…”.

Clique aqui para ler: Grupo hacker denúncia Glenn Greenwald por conluio utilizando criptomoedas no caso The Intercept

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.