A Amazon vê uso para o Bitcoin em marketplaces de dados

0 Comentários

A adquiriu uma patente para um marketplace de dados que poderia permitir clientes a receber dados em transações de criptomoedas em tempo real.

A patente descreve um sistema no qual indivíduos e organizações podem colocar os dados de streaming à venda, ao qual consumidores podem estão se conectar. Foi garantida à área de tecnologias da Amazon, uma subsidiária de comércio eletrônico e computação em nuvem, na terça.

Acrescentando a essa base, os desenvolvedores poderiam “construir painéis em tempo real, capturar exceções e gerar alertas, direcionar recomendações, e tomar outras decisões relacionadas a negócios ou operações”.

A Amazon está preenchendo uma lista de usos potenciais para esse marketplace, incluindo “stream de websites, marketing, informações financeiras, manufatura, instrumentação e rede social, etc.”, e ainda inclui um notável uso de caso focado no mercado de criptomoedas.

Leia também  A Economia do "Token": As criptomoedas revolucionaram o financiamento coletivo de Startups

Se argumenta que dados individuais ainda não são tão valiosos em si mesmos, para usar dados de transações em ou altcoins como exemplo. Ainda assim, por combinar esses dados com informações de fontes adicionais, “o stream de dados pode se tornar mais valioso”.

A patente diz:

“Por exemplo, um grupo de pessoas que consertam eletrônicos e aceitam transações em bitcoin podem ter um endereço de postagem que pode estar correlacionado ao seu endereço de bitcoin. Os trabalhadores podem combinar seu endereço com os dados das transações de bitcoin para criar um dado relacionado e republicar dados combinados como um stream de dados combinados”.

O texto também menciona o potencial do marketplace em termos de apelo à legalidade.

Leia também  Sony registra patente para uso da Blockchain em seu sistema de autenticação do usuário

“Por exemplo, uma agência legal poderia ser uma consumidora que desejasse receber transações de bitcoin, correlacionadas por país, com dados para determinar sua origem como números de IP e endereços correlacionados aos dados de bitcoin”, a Amazon escreveu. “A agência pode não querer informações adicionais tais como dados bancários ou registros bancários. O merketplace de streaming de dados pode precificar esses dados por GB (gigabyte), por exemplo, e a agência pode começar a fazer análises dos dados desejados usando módulos de análise”.

Se a Amazon decidir criar um marketplace seu, a oferta centralizada poderia colocar uma ameaça competitiva às startups que estejam querendo criar algo similar, mas em termos descentralizados.

Henri Pikkala, CEO da Streamr – uma dessas startups em questão – disse à CoinDesk através de um e-mail que “os de dados não são uma ideia nova”, mas o que é novo é a criação de um espaço que finalmente dá ais usuários o controle último dos dados que eles criaram em sua ação no espaço digital”.

Leia também  Fintech Rise quer utilizar IA para ofertar investimentos em criptomoedas

“Se essa for a visão da Amazon, então bravo, mas algo pode sugerir que não está no DNA dessa empresa pensar nesse tipo de direção”, acrescentou.

Fonte: https://www.coindesk.com/amazon-sees-bitcoin-use-case-data-marketplaces/

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/