7 scams Bitcoin que você precisa conhecer

 

À medida que o preço do bitcoin aumentou ao longo dos últimos anos, o número de pessoas e organizações maliciosas que desejam se aproveitar os outros na comunidade Bitcoin. Os scams de Bitcoin não são novos, pois já existem desde que a moeda ganhou popularidade. Hoje, no entanto, existe uma ampla gama de golpes de que estão defraudando usuários desavisados.

Um artigo de pesquisa de 2015 de Marie Vasek e Tyler Moore, intitulado Não há almoço grátis, mesmo usando o Bitcoin: rastreando a popularidade e os lucros dos embargos da moeda virtual” trouxeram a tona, dados sobre a prevalência de golpes relacionados ao bitcoin, revelando que mais de US$ 11 milhões foram perdido por golpes naquela época.

Neste artigo, apresentamos os sete tipos de fraudes mais usadas que você deve conhecer para evitar ser a próxima vítima.

Carteira Bitcoin Falsa 

Todo usuário precisa de uma carteira bitcoin para armazenar seus bitcoins afim de enviar e receber pagamentos. Existem quatro tipos principais de carteiras, nomeadamente; Carteiras de hardware, carteiras web, carteiras de desktop e carteiras móveis.

Os scammers, ao ver a alta demanda de carteiras móveis, começaram a criar carteiras falsas para enganar as pessoas. As carteiras falsas geralmente têm um nome que é muito parecido com carteiras legítimas e confiáveis, como Coinbase ou Mycelium e, em alguns casos, o mesmo logotipo. Essas táticas enganam o usuário, acreditando que é a carteira legítima da empresa. Algumas carteiras falsas se instalam nas lojas Apple e Android, mascaradas como carteiras genuínas.

Outra maneira que as carteiras falsas recebem clientes é prometendo um maior anonimato, de acordo com o estudo de Marie Vasek e Tyler Moore:

“Nós conseguimos analisar três desses serviços (Onion Wallet, Easy Coin e Bitcoinwallet.in), em que todas as transferências das vítimas foram finalmente entregues no endereço do scammer. Esses golpes anunciam-se como oferecendo um serviço que melhora o anonimato da transação para os clientes. Na verdade, os três serviços parecem ser operados pelo mesmo scammer, porque tudo vai para o mesmo endereço Bitcoin”.

A maneira como esse tipo de golpes carteira funciona é que o usuário baixa a carteira móvel e começa a usá-la. Geralmente funciona por um tempo, mas uma vez que a quantidade armazenada na carteira atinge um determinado limite, ela é movida para fora da carteira deixando o usuário com as mãos vazias.

Leia também  Grupo quer utilizar a rede blockchain para eleições transparentes em São Paulo

Para evitar que você se iluda por essa fraude, baixe as carteiras diretamente do link fornecido no site de um provedor confiável de carteiras bitcoin.

Falsa Mineração em nuvem 

A mineração Bitcoin é um processo onde as equações matemáticas complexas são resolvidas pelos “mineradores”. Essas equações validam as transações na blockchain garantindo que todos os requisitos sejam atendidos e que não haja nenhum gasto duplo.

As empresas de mineração em nuvem cobram aos usuários uma pequena taxa em troca de mineração de bitcoin (ou outras criptomoeda) em nome do usuário. Isso permite que os indivíduos recebam recompensas financeiras pela mineração sem ter que comprar e manter o caro hardware de mineração.

No entanto, este setor da economia de Bitcoin também está infiltrada por golpistas. Os golpes de mineração em nuvem são sites que afirmam que estão oferecendo serviços de mineração em nuvem sem realmente realizar qualquer mineração. Geralmente, esses sites pagam os usuários por um curto período, depois de comprarem contratos falsos de mineração, então, depois de algum tempo, a falsa empresa de mineração deixa de pagar e o investimento do usuário se perde. Em outras palavras, as operações falsas de mineração em nuvem são apenas esquemas de Ponzi que pagam, desde que mais usuários sejam atraídos para o serviço e estejam comprando contratos de mineração falsos. Uma vez que a quantidade de novos usuários pagantes acaba, o scammer desaparece com tudo.

Exemplos de golpes de mineração em nuvem são: Hashinvest, Hashpoke, Cointellect, GAW Miners e HashOcean, a GAW Miners e HashOcean, sem dúvida, foram os maiores golpes de mineração em nuvem até o hoje.

Para evitar que você seja vítima desse tipo de fraude, realize uma pesquisa minuciosa sobre os provedores de serviços de mineração em nuvem que você está considerando usar e certifique-se de que eles são empresas reais e que são administradas por indivíduos cujas identidades são conhecidas.

Esquemas de investimento

Os esquemas de investimento Bitcoin são outro tipo comum de fraude. Os esquemas de investimento em Bitcoin são algo semelhantes aos golpes de mineração em nuvem, na medida em que eles prometem retornos e pagam retornos diários pequenos até que um dia todos os pagamentos param e o scammer sai com todo o investimento dos usuários. Como os golpes de mineração em nuvem, os golpes de investimento em bitcoin também são esquemas Ponzi.

Leia também  Hackers roubaram mais de 300 mil dólares em altcoins de um investidor de Blockchain

Uma vez que esses “investimentos” geralmente parecem muito lucrativos no início, com os pagamentos diários sendo recebidos pelos usuários, muitos usuários voltam a investir seus “retornos” no esquema para gerar mais lucros. Uma vez que o usuário tenta retirar seus lucros, é onde o problema geralmente começa e então o esquema de investimento pára de pagar e os usuários perdem seus fundos investidos.

Se você decidir investir nesse tipo serviço, assegure-se de que a empresa que fornece o serviço seja real e administrada por profissionais respeitáveis da indústria. Além disso, certifique-se de que a estratégia de investimento que eles propõem faça sentido. Acima de tudo, qualquer pessoa que garanta rendimentos elevados em qualquer serviço de investimento está mentindo porque não nunca há certeza no “mundo do investimento”.

Esquemas MMN

Os esquemas de marketing multi-nível Bitcoin (MLM) com nenhum produto ou serviço real que prometem altas comissões para referências bem-sucedidas são simplesmente outro tipo de esquema Ponzi. Os frecursos pagos aos participantes não são os lucros da empresa, na verdade é apenas uma parte do dinheiro que os novos usuários estão investindo.

Qualquer esquema de marketing de vários níveis que não tenha participantes vendendo um produto ou serviço real quase sempre é garantia que sejam esquemas da Ponzi.

Exchanges Falsas

As exchanges são serviços que fornecem aos usuários um mercado que lhes permite trocar bitcoin por moedas “fiat” ou outras criptomoedas. No entanto, também houve casos de exchanges falsas.

Leia também  O Bitcoin cresceu mais do que todas as moedas globais em 2016

As falsas exchanges oferecem a venda de bitcoins, que recebem o pagamento mas não repassam os bitcoins para o comprador. Essas exchanges geralmente atraem clientes ao ter menores taxas de cartão de crédito que seus concorrentes.

Portanto, recomenda-se que apenas use exchanges confiáveis ​​que sejam regulamentadas e confiáveis ​​em vez de qualquer site que prometa aos usuários um bom preço e baixas taxas de transação.

Esquemas phishing

Os golpes de phishing, é basicamente enviar emails com a intenção de roubar informações pessoais. Os golpes de phishing de Bitcoin geralmente envolvem um usuário que recebe um e-mail onde eles são informados que ganharam bitcoins, mas que precisam fazer logon em suas carteiras através de um link no corpo do e-mail. Uma vez que isso acontece, o usuário coloca o nome de usuário e a senha da carteira no site da carteira falsa e, assim, perde o acesso à carteira e ao bitcoin nela contida.

Os golpes de phishing são muito comuns e também começaram a prejudicar a comunidade Bitcoin. Sempre tenha cuidado ao clicar em links de emails, especialmente quando você verifica seus e-mails no seu telefone, onde é mais fácil perder os detalhes do remetente atual.

 

Conclusão

Fique ligado, existem muita gente esperta, bolando meios de roubar seus bitcoins.

Você já foi enganado em algum esquema? Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: btcmanager

Adaptação/Tradução: guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *