Coinbase: 58% dos americanos sabem o que é Bitcoin

0 Comentários

A popularidade do Bitcoin foi inquestionavelmente impulsionada com o recente aumento de preço que reforçou seu valor acima da marca de $12.000.

O aumento da conscientização sobre a maior criptomoeda do mundo foi apontado no blog oficial da Coinbase depois de uma pesquisa.

De acordo com os achados da Coinbase, 58% dos norte-americanos dizem ter ouvido falar do Bitcoin. O que mostra que a moeda está ficando mais popular entre a maioria.

Além disso, os números mostram que mais pessoas pesquisaram no Google no ano passado por Bitcoin do que o “casamento real” ou “resultados eleitorais”.

A pesquisa realizada pela Coinbase descobriu que cerca de 37 por cento dos americanos, sem uma lista de opções, falou que Bitcoin é a criptomoeda do qual eles já ouviram falar. Califórnia, Nova Jersey e Washington, nessa ordem, tinham a maior porcentagem de pessoas que tinham algum conhecimento básico sobre criptomoeda.

A Coinbase também notou que para a maioria das pessoas o conceito de criptomoedas era considerado tão difícil quanto a inteligência artificial ou a nanotecnologia. Com isso, ainda temos um caminho importante a ser percorrido

Outra análise teve foco no maior valor médio de criptomoedas por usuário nos EUA. Coinbase declarou:

“Vários dos principais estados para os proprietários de criptomoedas (Califórnia, Nova York e Washington) também têm as maiores participações per capita – ou seja, eles têm um grande número de pessoas que não apenas possuem moedas, mas também possuem grandes quantidades. Curiosamente, há ainda outra categoria, que inclui estados com uma porcentagem geral menor de detentores de criptos, mas uma maior propriedade per capita – ou seja, um número menor de pessoas que possuem uma parcela maior do que a média.”

O Bitcoin e o resto do mercado de criptomoedas romperam a categoria de nicho, já que muitos portais tradicionais começaram a acompanhar a ascensão e a queda da indústria de ativos digitais.

Publicações como Bloomberg, CNBC e MSNBC criaram canais dedicados para acompanhar os desenvolvimentos no ecossistema Bitcoin e das muitas outras altcoins. Aqui no Brasil não é difícil ver sites como o UOL falando das altas do Bitcoin e em 2017 tivemos até matérias especiais na TV.

Veja também: Bitcoin volta a valorizar e traz recuperação para o mercado

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.