3XBit volta com novidades em sua plataforma

1 Comente

Em 16 de setembro a 3XBIT, empresa sediada em Campinas (SP), por um comunicado de imprensa, informou que estava realizando mudanças estruturais em sua plataforma. Além disso, deu um prazo de três semanas para normalização de saques e depósitos. Agora, em contato direto com o Guia do Bitcoin, Maria Domingues, da assessoria de imprensa da 3XBIT, divulgou as mudanças realizadas e normalização de saques e depósitos.

A grande novidade é a implementação de node próprio de Bitcoin com suporte a Segwit. A abreviação de Segregated Witness (Testemunha Segregada) surgiu com o objetivo de resolver o problema da maleabilidade de transações, ele reduz parcialmente o tamanho das transações, e consequentemente, das taxas.

“Era um dos poucos nodes terceirizados que tínhamos. Trouxemos para dentro de casa e, atendendo a um pedido da comunidade, mudaremos nossas carteiras para Segwit, o que ajudará a baratear as transações”, explica o CEO Saint Clair Izidoro.

Quem tinha dificuldade de operar com o CREDIT (voucher de valor atrelado ao dólar), também terá uma grande surpresa. A exchange anunciou que agora a plataforma trabalhará com depósitos e saques de reais.

“Todas as nossas medidas visam melhorar a experiência dos nossos clientes. Neste sentido, devemos anunciar em breve a inclusão de novos parceiros bancários para tornar ainda mais fácil a compra e a venda de criptoativos na exchange”, explica Izidoro.

Os problemas de instabilidade, segundo o CEO da exchange, estão sendo corrigidos. Os saques solicitados pelos clientes estão sendo liberados desde a última quinta-feira (19), primeiramente em Bitcoin, na sequência em CREDIT (todos os clientes que optaram por essa modalidade já foram contatados), e, por fim, Ethereum (ETH) e Bitcoin Cash (BCH), que estão sendo realizados manualmente nesta quarta-feira (25) para que os saldos estejam disponíveis aos clientes ainda nesta semana. Os depósitos na plataforma foram desbloqueados.

“Nossa força-tarefa está trabalhando initerruptamente para solucionar os gargalos e nossa prioridade sempre foi liberar os saques. Nossa estimativa era de 3 de semanas, mas conseguimos resolver na metade do tempo, o que mostra a nossa preocupação com clientes. Pedimos desculpas aos transtornos causados e vamos trabalhar para que não ocorram novos problemas”, explica.

As mudanças realizadas pela exchange visam promover a estabilidade e tornar as operações de compra e venda de criptomoedas mais acessíveis para a sua base de clientes.

Veja também:Binance amplia parceria para cartões de crédito e débito

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.