Minereum a criptomoeda auto-minerável baseada na blockchain Ethereum

A mineração é uma solução descomplicada e está no centro das grandes criptomoedas. Mas agora uma criptomoeda com auto-mineração está prestes a mudar a forma como pensamos sobre mineração. Minereum é o primeiro contrato inteligente de auto-mineração e promete trazer uma abordagem inovadora para a mineração de criptomoedas, que nunca antes foi vista.

é o primeiro contrato inteligente de auto-mineração

Minereum iniciou com um projeto chamado “Genesis”, do qual, entre 14 a 15 de abril de 2017, eles juntaram o que foi chamaram de “endereços de Gênesis”. Estes foram os endereços de que foram coletados abertamente em fóruns online relacionados à criptomoeda, o que resultou em 4,268 endereços Genesis sendo coletados.

Depois que a fase Genesis terminou, cada endereço de Genesis foi concedida 32 mil moedas e, uma vez que existem apenas 4,268 endereços, o número total de moedas (Minereum) foi fixado em 136,576,000.

Este número de moedas é o número máximo de moedas de Minereum que serão criadas, no entanto, uma vez que o contrato de auto-mineração só permite que cada endereço do Genesis minere 0,00032 (MNE) por bloco Ethereum, o suprimento total só será alcançado em 47 anos.

Leia também  Ethereum Classic? Entenda o porque o ETH se dividiu em dois e ainda é inseguro

O que diferencia o Minereum de outras criptomoedas

Minereum como moeda é diferente das outras. Enquanto outras criptomoedas requerem infra-estrutura de computadores, eletricidade e investimentos relacionados para criar novas moedas, Minereum pode se auto-minar usando o Ethereum e a funcionalidade do contrato inteligente que está incorporada.

Um representante do Minereum nos diz:

“Mineruem é o primeiro contrato inteligente de auto-mineração. O processo de mineração de Minereum é algo nunca visto anteriormente. Em vez da mineração tradicional, a disponibilidade de moedas para cada endereço do Genesis será calculada puramente por uma fórmula matemática”.

O suprimento de Minereum é de cerca de 500 mil. Um representante do Minereum comentou sobre a taxa de inflação da moeda. “Como exemplo de comparação, Ethereum gera 5 ETH por bloco. O mínimo no total gera 1.36576 MNE por bloco (0.00032 MNE * 4268 Genesis endereços), portanto Minereum tem uma taxa de inflação 72 por cento menor do que Ethereum. “A moeda está atualmente sendo negociada no livecoin.net sob o símbolo MNE.

Leia também  Hard Fork: O que acontecerá com as minhas moedas durante a possível divisão do Bitcoin?

Serviço Ethereum de Criação de

A equipe Minereum planeja lançar um conjunto de que seria exclusivo da moeda. Na próxima semana, o foco das pessoas por trás do Minereum estaria no lançamento do Serviço Automático de Criação de Token Ethereum. O Token Creation Service permitirá que qualquer pessoa crie um token ERC20 com apenas uma transação Minereum.

Este serviço ainda não foi anunciado publicamente e não estava inicialmente nos nossos planos, no entanto, depois que o Token Creation Service estiver online, vamos revelar mais detalhes. O serviço destina-se a levar o Minereum às pessoas comuns, e não apenas à comunidade de Cripto-entusiastas. O fórum do Minereum e a conta do Twitter terão atualizações quando novos serviços forem lançados.

Minereum traz transparência e facilidade de acesso

O ponto principal exclusivo da Minereum é o seu novo processo de mineração. Este processo baseia-se na premissa de que haverá uma distribuição de moedas totalmente equitativa e transparente, para que todos tenham uma participação justa. A taxa cobrada é baseada na taxa de transação da rede Ethereum, pois Minereum é um contrato inteligente Ethereum.

Leia também  É tarde demais para começar a investir em Bitcoins?

Mais informações técnicas estão disponíveis no fórum Minereum e em seu whitepaper. Será interessante ver como os usuários adotam esse novo token e como o projeto se desenvolve a partir de então.

E você o que achou da inovação trazida por essa nova criptomoeda? Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: cointelegraph.com

Adaptação/Tradução: Guia do

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *