Bolívia aumenta repressão as moedas digitais

1 Comente

Os parlamentares bolivianos decretaram uma ao uso das , prendendo 60 pessoas em um workshop e acusando-as de disseminar um “esquema de pirâmide”.

Em um comunicado emitido pela Autoridade de Supervisão do Sistema Financeiro do país ASFI, seu chefe Lenny Valdivia Bautista disse que é necessário “lembrar” à população que moeda virtual de qualquer tipo está “proibida”.

“Por meio dessa comunicação formal, é importante exortar a população a denunciar casos em que as pessoas buscam se aproveitar das economias dos cidadãos”, disse Bautista.

Seus comentários, por mais sérios que fossem, atingiram um tom altamente irônico. Governos de todo o mundo consagraram o uso do na lei como um método de pagamento legítimo, e a ASFI tentando produzir provas de que as são um esquema piramidal, isso demonstra o receio daquele país para o crescimento das criptomoedas na sua frágil .

“… Estamos dizendo para a população boliviana não ser enganada, não participar desses grupos fechados … que se aproveitam das pessoas afim de enganá-las e se apropriar de seu dinheiro”, ele sustentou a idéia de “”, e citou que pessoas já estão sendo presas por conta desses “esquemas”.

A confusa compreensão da tecnologia por trás das criptomoedas pela Bolívia parece acompanhada de medidas ainda mais rígidas do que as que ocorreram na .

Leia também  A carteira INS chega a revolucionar o jeito de fazer compras

Guia do Bitcoin