Secretário do governo americano sugere regulamentação de criptomoedas nos Estados Unidos

1 Comente

A administração Trump que permaneceu quieta desde que assumiu o cargo decidiu tomar uma posição em relação as criptomoedas. Começaram a levar o mercado de criptoativos a sério e estão considerando uma abordagem do ponto de vista regulatório. No início do mês, Trump twittou a sua consternação com o Bitcoin. O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin também não ficou de fora. Ele afirmou que a tecnologia é uma ameaça à segurança nacional dos EUA.

As recentes palavras de Mnuchin sobre a questão é que os reguladores dos EUA estão atualmente de olho no espaço e que mais regulamentações estão em andamento.

“Estamos olhando para todos os ativos de criptografia”, disse Mnuchin em uma entrevista na televisão CNBC. “Vamos ter certeza de que temos uma abordagem unificada e meu palpite é que haverá mais regulamentações que sairão todas essas agências.”

Também durante a entrevista, Mnuchin reiterou as preocupações levantadas por si mesmo no início deste mês. Ele afirmou que as autoridades estavam preocupadas com o fato do Bitcoin e outros ativos digitais estarem sendo usados ​​principalmente para fins ilícitos e de que os reguladores financeiros estavam dispostos a acabar com isso de qualquer forma.

Quando questionado se o Bitcoin será discutido daqui a 10 anos o secretário fez a seguinte declaração:

“Eu não estarei falando sobre Bitcoin daqui a 10 anos, posso te garantir isso. (…) Eu aposto que nem mesmo em 5 ou 6 anos eu estarei falando sobre Bitcoin como Secretário do Tesouro, eu terei outras prioridades.”

Anthony Pompliano, cofundador da Morgan Creek comentou o caso em sua conta no Twitter.

“Em 2005, mais ou menos, ficará claro que o impacto da Internet na economia não foi maior que o do fax. Nova tecnologia, mesma incapacidade de entender o impacto futuro”

Logo após a gigante mídia social Facebook anunciar seu acesso no mercado de criptoativos, surgiu um grande calor político no Bitcoin. A empresa anunciou formalmente Libra, uma criptomoeda que deve ser lançada em 2020.

Desde o anúncio muitos reguladores financeiros em todo o mundo expressaram preocupações sobre as ambições financeiras do Facebook. Um comitê bancário do Senado fez um balanço da empresa sobre o projeto na semana passada. Além de trazer o próprio Facebook para a linha de disparos regulatórios, os planos da empresa parecem ter atraído muita atenção para o Bitcoin e outros ativos digitais, particularmente da administração Trump, que em grande parte parece hostil à tecnologia.

Clique aqui para ler: Bitcoin Banco pode ter aberto empresa nas Bahamas

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.