190 empresas estão interessadas no criptomercado do Japão

0 Comentários

A Agência de Serviços Financeiros do Japão, ASF, revelou que 190 empresas mostraram algum interesse em entrar no mercado de criptomoedas japonês. Esse número representa um aumento em relação ao número de companhias que demonstravam ter interesse durante agosto desse ano, de acordo com a Finance Magnates.

Segundo o artigo do Finance Magnates, a ASF confirmou que pelo menos 190 empresas fizeram perguntas ou consultas preliminares sobre o processo de registro envolvido em se tornar um participante no mercado de criptomoedas do país. Esse alto interesse está diretamente ligado a como o Japão está se aproximando do criptomercado.

Mesmo com a atual situação do mercado, o Japão continua tentando facilitar a aceitação das criptomoedas através de incentivos ou mudanças na coleta de impostos. Isso explica o aumento de 160 para 190 empresas interessadas nas operações em criptos realizadas no país.

Leia também  Tutorial: Como comprar e vender altcoins na Poloniex

Apesar da ASF não ter mencionando nenhum dos nomes das empresas que mandaram aplicações formais para o processo, algumas companhias fizeram anúncios oficiais, entre elas estão:

Money Forward Inc., Yahoo! Japan, I-Freek Mobile Inc., Daiwa Securities, Drecom Co. Ltd., Forside Co. Ltd., Samurai & J Partners, Appbank Inc..

Enquanto o Japão é um dos países na linha de frente de aceitação dos ecossistemas de criptomoedas, o país está aumentando a supervisão regulatória dos empreendimentos. Novas regras e normas foram elaboradas depois de uma série de roubos e golpes em exchanges de ativos digitais na região, incluindo o ataque à Coincheck exchange que perdeu quase meio bilhão de dólares em NEM.

Para tentar diminuir as atividades de atuadores mal-intencionados, a Agência de Serviços Financeiros intensificou o processo de verificação para novas startups e plataformas de trading a partir de setembro de 2018.

Leia também  Agora é possível comprar jogos na Steam com Bitcoins

Atualmente, antes de uma empresa ser aceita para começar atividades baseadas na criptoeconomia na região, ela precisa estar estritamente dentro do Japan’s Payment Servics Act. O ato obriga que empresas relacionadas a criptomoedas estejam registradas na ASF do Japão e oferece uma proteção adequada aos consumidores.

Veja também: Gigante japonês lançará sua própria criptomoeda

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.