John McAfee faz previsão: “O Bitcoin se tornará o padrão do mundo”

John McAfee, um ex-programador da Nasa durante os anos 70 e criador do primeiro anti-vírus do mundo, o famoso McAfee, que foi comprado pela Intel, entrou na sala de conferências lotada durante o evento “Blockchain Money” para despertar aplausos.

john-mcafee-bitcoin-evento-opiniao-investiment

“A informação só tem valor com base em quem quer comprar a informação e seu conteúdo”, disse, mas “o é a informação. O valor da informação é a própria informação”, enfatizou.

“Existem 100 milhões de telefones que têm spyware ou keylogger”, ele continuou, “e os estão monitorando esses telefones. Em seus sistemas, eles têm critérios estabelecidos, o de notificar se alguém fizer downloads de uma dessas 20 carteiras, McAfee disse. Agora você pode baixar a Mycelium…”

“Chegará um dia em que a de todo mundo será esvaziada”, disse McAfee a um quarto lotado. “Nunca haverá uma de software que seja completamente segura, não enquanto você estiver usando carteiras móveis, porque foram projetadas para espionar você, não para fornecer segurança”, disse a McAfee aos participantes. Carteiras de hardware são a única maneira, disse ele.

john-mcafee-falando-sobre-bitcoinAlém disso, “as impressoras são os dispositivos mais inseguros porque são fáceis de penetrar”, afirmou a McAfee, argumentando que, para a segurança, é preciso considerar tanto o hardware como o software. Ao explicar que eles estão criando um novo pool de , “reescrevemos todo o software”, disse ele. “O que está lá fora é o pedaço mais inseguro de software que eu já vi.”

Leia também  Os 7 jovens empreendedores em destaque atualmente no mundo do Bitcoin

Para seu próprio sistema “temos um dispositivo na frente do roteador que cheira tudo o que acontece”, explicou. “Dentro de milésimos de segundo de um hacker ganhar entrada estamos conscientes” através da análise de anomalias. Bitmain usará nossas instalações, nossa segurança, ele disse, enquanto forneceu o hardware.

Isso é o que todos vocês têm que fazer, enfatizou. “Você tem que levar a segurança a sério, você tem que”, disse ele. As ameaças são invisíveis e desconhecidas, continuou ele, um fantasma invisível tentando roubar o que você tem e você nem sabe, ele disse.

“Por que eu me envolvi no bitcoin?” – perguntou.

Porque ele se tornará o padrão para o mundo, ele respondeu. “Se não bitcoin, será uma altcoin,” McAfee afirmou.

Abaixo uma pequena entrevista feita a ele pelo entrevistador da Cryptocoins News:

Eu não concordo com o do DAO“, disse ele de passagem durante a apresentação para aplausos na sala. Uma vez que a apresentação terminou, ele foi encontrado cercado por uma multidão tirando fotos e respondem algumas perguntas, começando com a razão por qual ele não concorda com o hardfork do DAO:

Leia também  Hashflare suspende temporariamente a mineração de Ethereum

O hardfork do DAO inverte o tempo“, disse ele. O tempo passa apenas de uma maneira, para a frente, não pode voltar atrás. “Ele está mexendo com matemática”, continuou, com o sistema fundamental subjacente.

Você está ciente do debate de blocos? “É claro” ele interrompeu. Você tem uma opinião? “Eu não tenho nenhuma”, disse ele. “O debate é insignificante”, afirmou. Não importa. Se o tamanho do bloco não for aumentado, haverá uma camada de dois, ele disse de uma maneira aparentemente completamente indiferente. “Tenho 71 anos”, ele continuou, “eu vi muitas coisas que pareciam insolúveis, e elas estão sempre resolvidas”.

Gostaria de saber se você está se movendo para um maior envolvimento com o bitcoin e tornando-se parte da comunidade? – “Já estou envolvido” – disse ele. “Já investimos $1 milhão neste mercado“, ele elaborou.

O comparecimento da McAfee à conferência é muito mais um sinal da sua atração contínua pelo bitcoin. O único espaço onde altos financiadores, membros do Parlamento, pioneiros na computação,curiosos intelectuais  e homens fora do comum, que de alguma forma entraram na conferência, se entrelaçam em um ambiente rico e apaixonado que visa trazer tecnologia de ponta para a falência do sistema bancário tradicional, que quase é quase uma obstruição a artéria do mundo, há apenas oito anos.

Leia também  KnCMiner é adquirida por empresa sueca e espera com isso, "reviver" o negócio

Uma visão poderosa que às vezes podemos perder de vista, mas aparentemente atraiu indivíduos tão diversos como, Milo Yiannopoulos, Mike Cernovich, Kim DotCom e, agora, John McAfee, para tornar realidade, de forma popular, é a seguinte visão: dinheiro de um povo sem autoridade central onde não é necessária permissão direta para se trocar valores.

Via: Cryptocoins news
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *