Governo força exchange Colbitex a parar negociações de Bitcoin na Colômbia

Colbitex suspende operaciones temporalmente a espera de licencias en Colombia

A primeira exchange de bitcoins na Colômbia foi forçada a fechar, depois de receber reclamações por parte das autoridades colombianas.

Depois de apenas oito dias de funcionamento, a Colbitex anunciou em sua mídia social que parou suas operações enquanto as autoridades não revirem as questões legais pertinentes ao Bitcoin.

*Nota da Colbitex, traduzida para o português:

“Caro utilizador, estamos passando por alguns processos e temas de normatividade, a fim de sermos capazes de continuar operando dentro da lei.

Nos próximos dias, divulgaremos novas informações.

Por favor, peça a retirada de seus recursos através de um e-mail para [email protected] ou por meio de um ticket de suporte em https://colbitex.freshdesk.com/ os levantamentos serão processados imediatamente.”

Visão da Colbitex para a Colômbia

Em 3 de junho, a primeira exchange da Colômbia lançada em TESTNET. Parecia que o país seria o local ideal para uma exchange de bitcoins operar e impulsionar a adoção da criptomoeda dentro da América Latina.

Leia também  Larawithme.com seria mais um golpe ou uma boa opção de investimento?

Fundada por Roman Parra, engenheiro de produção industrial, especialista em marketing, e Carlos Mesa, um engenheiro de sistemas da computação, eles imaginaram criar uma exchange que iria parar as atividades ilegais, e ao mesmo tempo ainda permitiria aos traders lucrar com o bitcoin.

No entanto, a Superintendencia Financeira da Colômbia (SFC), a agência do governo colombiano responsável pela supervisão dos sistemas de regulação e do mercado financeiro, afirmam que o uso do bitcoin é um perigo, porque as cryptomoedas tais como o bitcoin ainda não estão regulamentadas no país. Desta forma prejudicam o crescimento da moeda. Em contra-partida Venezuela, Brasil e Argentina estão aumentando cada dia mais seu volume de negociações em BTC e outras criptomoedas.

Tradução e Adaptação: Guia do Bitcoin
Fonte: cryptocoinsnews.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *